Do estagiário ao executivo: confira os principais erros de comportamento

Entre os mais jovens, está o pouco respeito à hierarquia e, entre os mais experientes, não separar vida pessoal

SÃO PAULO – Um profissional pode ir do sucesso ao fracasso em questão de segundos. Basta apresentar um comportamento inadequado no ambiente corporativo. E, quem pensa que isso acontece mais com os jovens, sem experiência de mercado, está enganado: do estagiário ao diretor de uma empresa, às vezes, falta bom senso!

Porém, de acordo com o diretor-geral do portal de empregos Trabalhando.com.br, Renato Grinberg, os erros são diferentes de acordo com a faixa etária. Entre os mais jovens, podem ser destacados o pouco respeito à hierarquia, a pouca flexibilidade quanto aos pedidos do chefe, as brincadeiras em momentos indevidos e o uso abusivo da internet ou sites de relacionamento.

“É preciso prestar atenção nas suas possíveis falhas, ouvir os feedbacks e buscar melhoria”, orientou Grinberg.

PUBLICIDADE

Entre os mais experientes
Em relação aos com mais tempo de estrada, ele cita como principais erros de comportamento aqueles ligados à vida pessoal, como realizar planilhas de gastos pessoais no horário de trabalho, utilizar o telefone da empresa para conversar com amigos, namorado ou com a família e falta de comprometimento.

De acordo com o diretor-geral, em posição de liderança, essas pessoas devem ter atenção redobrada ao comportamento. “Líderes que proíbem determinadas atitudes de seus funcionários durante o expediente e transgridem essas regras com a proteção de serem chefes podem causar atritos internos e falta de comprometimento dos demais com a organização”

Um problema de comportamento identificado entre os mais experientes é o uso abusivo de recursos da empresa para benefício próprio, como celular, táxi e cartões empresariais.

Os dez principais erros
Confira abaixo quais são os dez principais erros dos profissionais, independentemente do cargo, no ambiente de trabalho:

  1. Chegar atrasado
  2. Mentir
  3. Não respeitar hierarquia
  4. Pouca flexibilidade
  5. Uso abusivo da internet e redes de relacionamento
  6. Conversas paralelas durante o expediente
  7. Usar o telefone da empresa para conversas pessoais
  8. Brincar fora de hora
  9. Não saber trabalhar em equipe
  10. Não respeitar os colegas de trabalho