Do chefe estressado ao colega folgado: como lidar com problemas na empresa?

Para especialista, profissionais devem evitar falar dos problemas do escritório com os colegas da equipe

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – As exigências do mercado tem tornado o ambiente de trabalho cada vez mais contraditório, visto que, ao mesmo tempo que exige-se dos profissionais competitividade nos resultados, é necessário que os mesmos saibam trabalhar e conviver com pessoas dos mais diferentes perfis e valores.

Isso tudo, aliado à pressão por resultados, faz com que uma boa parte dos profissionais tenham que conviver com problemas de relacionamento na empresa, o que, segundo o consultor Antonio Carlos Pereira, pode impactar diretamente no rendimento dos profissionais, fazendo com que os envolvidos trabalhem sempre na defensiva.

“Problemas de convivência corróem o bom relacionamento, fazendo com que as pessoas trabalhem na defensiva e até prejudicando a carreira (…) O melhor a fazer é agir com franqueza, mantendo o diálogo aberto e, em último caso, recorrendo ao departamento de RH (Recursos Humanos)”, diz o consultor.

Aprenda a investir na bolsa

Não leve o problema pra casa
A coordenadora de consultoria da Ricardo Xavier Recursos Humanos, Veridiana Germano, concorda e faz um alerta:

“A pessoa deve procurar alternativas que a ajudem a superar os problemas do escritório e manter o equilíbrio. Tentar desabafar com familiares e amigos de fora do ambiente de trabalho  é uma alternativa, desde que se tome o cuidado para não viver o problema do trabalho em casa”.

Veridiana diz ainda que os profissionais devem evitar falar dos problemas do escritório com os colegas da equipe, procurando, no trabalho, sempre manter o foco nas suas atividades.

Abaixo, algumas das situações problemáticas mais comuns no ambiente de trabalho e, segundo a coordenadora da Ricardo Xavier, como lidar com elas:

  • Chefe estressado: o profissional não pode enfrentar ou competir com este chefe. Na hora de abordar algum assunto relacionado ao trabalho, deve aguardar o momento ideal. Sabendo do temperamento do chefe, o melhor é evitar levar problemas a ele;
  • Chefe sempre insatisfeito: este chefe é detalhista e perfeccionista, portanto o melhor é ter uma conversa franca para saber como ele trabalha, o que o agrada e o que ele espera de você. Caso observe que a insatisfação do chefe ocorre com todos os profissionais da equipe, relaxe e não deixe que isto te desmotive;
  • Colega folgado: tenha uma conversa franca, porém delicada. Se não resolver, o melhor é se afastar e focar nas suas atividades profissionais;
  • Colega que sempre pega as ideias dos outros: fique atento e evite contar seus planos e ter conversas mais profundas. Na hora de colocar suas sugestões, deixe claro que a ideia foi sua.