Emprego

Dinâmica e entrevistas são principais obstáculos para arrumar um estágio

Estudantes ficam ansiosos porque tanto na entrevista como na dinâmica existe o elemento surpresa

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Um levantamento realizado pela Nube (Núcleo Brasileiro de Estágios) revelou que as principais dificuldades que os estudantes encontram ao procurar uma vaga de estágio. Pelos dados, 27,10% apontaram a dinâmica de grupo, enquanto 26,19% disseram que era a entrevista de emprego.

Outras respostas apontadas foram a redação, com 26%, e os testes aplicados pelos recrutadores de português, inglês, psicológicos, entre outros, com 20,64%. Entre as pesquisas que o Nube faz, esta foi a mais equilibrada.

Como se preparar
De acordo com a coordenadora de Recrutamento e Seleção do Nube, Natalia Caroline Varga, os estudantes ficam ansiosos porque tanto na entrevista como na dinâmica existe o elemento surpresa, ou seja, não é possível saber antes de entrevista qual assunto o empregador abordará.

PUBLICIDADE

“Não tem uma resposta pronta de como se preparar. A dinâmica depende do tipo de perfil de estagiário que a empresa quer. Se o foco por comunicação ou resultado, as dinâmicas serão diferentes”, explica.

Indiferentemente do tipo de dinâmica que for desenvolvida, é fundamental que o candidato realize a atividade proposta, ou seja, contribua com ideias e interaja com os outros. A especialista afirma que a dinâmica é uma avaliação para saber como ele se sairá no dia dia da empresa.

Sobre a entrevista, Natalia declara que a empresa analisará tanto as competências comportamentais quanto as técnicas. Neste momento, é fundamental deixar a timidez de lado e saber se posicionar.

Uma dica é treinar o seu marketing pessoal. Antes da entrevista, treine sobre como se apresentar, incluindo onde mora, com quem vive, o que gosta de fazer, sobre o curso que estuda e se já teve alguma experiência profissional.

Em relação ao comportamento, Natalia afirma que muitos universitários são informais em demasiado, não vestem roupas adequadas ao ambiente de trabalho e, ainda por cima, chegam à entrevista mascando chiclete.

Por fim, a coordenadora aconselha que o futuro estagiário busque informações de como melhorar o seu desempenho nas entrevistas, por meio da internet, incluindo redes sociais e blogs. “As empresas têm como objetivo efetivar depois o estagiário, mas, para isso, é importante que ele se encaixe no perfil solicitado”.