Dicas de recolocação para profissionais maduros

"Não implore pela vaga, não reclame de seus antigos chefes, não se queixe da falta de oportunidade devido à sua idade", indica psicóloga

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Procurar uma nova vaga no mercado de trabalho não é uma tarefa fácil, inclusive para os profissionais maduros, que têm bagagem de sobra. A dinâmica do mercado é estressante e exige jogo de cintura para que o candidato consiga chamar a atenção em meio a tantos concorrentes.

De acordo com a psicóloga da consultoria Trilha do Sucesso, Silvia Regina Sousa, uma dica aos profissionais mais maduros é não se lamentar pela insatisfação com a vida profissional nem porque as coisas eram diferentes em seu tempo.

Ela explicou que o profissional deve se considerar no mercado de trabalho e, por isso, precisa se manter atualizado, não só em sua área de atuação, mas no que diz respeito à tecnologia, informática e internet. “Estes são temas que o jovem domina totalmente e é com ele que, muitas vezes, você vai disputar uma vaga”, explicou.

Aprenda a investir na bolsa

Características
Os profissionais ainda devem levar vantagem das características positivas que são desenvolvidas com o tempo, como tranquilidade e maturidade, bem como ressaltá-las no momento da entrevista a uma vaga de emprego.

Mas uma característica que não deve ser demonstrada é a falta de flexibilidade, o que também se conquista com o decorrer dos anos. “Nunca seja conservador, com ideias prontas. Esteja aberto para aceitar mudanças com facilidade. O que já funcionou pode não ser interessante agora”.

Em alguns casos, o profissional terá de atuar com procedimentos que não concorde, fazer as atividades de uma maneira diferente e, além disso, terá de se submeter a um salário mais baixo.

Na entrevista
Outro ponto negativo é mostrar interesse excessivo na vaga. Melhor do que isso é mostrar paixão e comprometimento. “Não implore pela vaga, não reclame de seus antigos chefes, não se queixe da falta de oportunidade devido à sua idade”, indicou Silvia.

De acordo com ela, o profissional deve ser capaz de enxergar várias formas de agir, ser objetivo, claro e falar de resultados e realizações.

Se perguntado sobre o motivo da sua saída no emprego anterior e a resposta for “demissão”, não hesite em falar a verdade. “Um bom entrevistador sabe quanto o candidato está mentindo. Se a verdade não for contra os valores básicos da sociedade, não tem com o que se preocupar”.

PUBLICIDADE