Destine tempo para você e conseguirá lidar melhor com a demanda no trabalho

"Focamos demais nas urgências do dia-a-dia e nos esquecemos de dedicar tempo para nós mesmos", diz especialista

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – De certa forma, ser uma pessoa muito ocupada denota status. Com isso, muitos profissionais, sem refletir e embalados por uma rotina agitada, lotam a agenda. Em meio a tudo isso, falta tempo para eles mesmos.

“Parece que o mundo se acostumou com uma correira sem tamanho, na qual focamos demais nas urgências do dia-a-dia e nos esquecemos de dedicar tempo para nós mesmos “, afirmou o especialista em gerenciamento de tempo e produtividade, Christian Barbosa.

Ele explicou que, curiosamente, quando estamos sem tempo, as primeiras atividades que deixamos de fazer são as pessoais, como o curso de idiomas, o esporte, o tratamento e etc. Tendemos a focar nos outros.

Como ter tempo para você mesmo?

Aprenda a investir na bolsa

Para começar a ter mais tempo para você, e conseguir lidar melhor com a demanda de trabalho diária, confira as orientações do especialista:

  • Foque primeiro em você e, assim, terá mais tempo: se você faz uma atividade sabendo que há outra urgente lhe esperando, principalmente algo de que goste, a capacidade de execução é influenciada por sentimentos como raiva, ansiedade e tristeza. “Quando foca primeiro em você mesmo, é criado um estado que permite um aumento da sua produtividade e isso traz resultados impressionantes”.
  • Se inclua em sua agenda: marque compromissos com você mesmo. Faça qualquer coisa que considere importante e não considere a opinião alheia;
  • Priorize você mesmo: parece uma visão egoísta, mas esta é uma forma de fazer mais pelos outros. Em pesquisa, Barbosa conta que descobriu que mulheres que estavam melhores consigo mesmas eram aquelas que se colocavam em primeiro lugar. “Agora, as mulheres que colocam os outros em primeiro lugar (marido, filhos, trabalho) costumam reclamar mais do uso do seu tempo”.

Exercício conta a verdade

Para analisar se você tem dedicado o tempo certo a si mesmo, faça o exercício de visualizar-se aos 80 anos de idade e pergunte-se: eu tive tempo para a minha vida? O que eu poderia ter mudado nela? “Coloque essas respostas em prática hoje, pois ainda há muito tempo para fazer um futuro bem diferente e equilibrado. Não devemos apenas viver correndo o dia todo, todos os dias!”, afirmou Barbosa.