Desenvolvimento agrário e Agricultura recebem R$ 8 bilhões para 2006

Valor foi definido pela Comissão Mista de Orçamento, que adiou para 11 de janeiro a decisão sobre o novo mínimo

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Enquanto o valor do salário mínimo para 2006, a correção da tabela do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) e o aumento previsto para os servidores públicos não são definidos, a agricultura e o desenvolvimento agrário receberão investimentos de R$ 8 bilhões do Governo Federal em 2006.

O valor foi definido na última terça-feira (27) pela Comissão Mista de Orçamento. O relator setorial da área, senador Romero Jucá (PMDB-RR), definiu o montante depois de acatar a maioria das emendas que foram apresentadas.

Melhorias

“O relatório setorial não pôde acatar tudo e, agora que estou recebendo os números, vou ver o que é possível melhorar”, disse o relator-geral do Orçamento, deputado Carlito Merss (PT-SC).

Aprenda a investir na bolsa

Para ele, somente valores possíveis de administrar no ano que vem poderiam ser garantidos pelo Orçamento.

Mas para o Jucá o orçamento destinado tanto para pesquisa agropecuária quanto para a vigilância sanitária (principais pontos de críticas por parte da oposição) vem crescendo desde 2004, e por isso as críticas não teriam fundamento.

Os parlamentares e representantes de centrais sindicais devem se reunir novamente a partir do dia 11 de janeiro para que o novo mínimo, a correção do IRPF e o aumento dos servidores federais sejam finalmente definidos pela Comissão Mista.

As informações são da Agência Brasil.