Desemprego: quanto maior a idade, maior o “desespero” na procura por vaga

Segundo Grupo Catho, tempo de procura aumenta de 6,18 meses para 18 meses, quando se vai de 25 para 60 anos de idade

SÃO PAULO – A procura pela oportunidade de trabalho é motivo de desespero na opinião de 39% dos que estão desempregados. Este problema se agrava, principalmente, com o passar da idade.

A constatação é do Grupo Catho, responsável pela pesquisa “O Desempregado Brasileiro”, onde foram ouvidas respostas de aproximadamente 15 mil desempregados.

Desespero aumenta com idade

Enquanto 31,04% dos trabalhadores com menos de 25 anos se definem “muito desesperados” na busca
pelo emprego, este percentual aumenta, gradativamente, com a idade.

PUBLICIDADE

O mesmo ocorre com o tempo destinado a encontrar uma nova vaga: quanto maior a idade do trabalhador, maior a duração de sua busca por uma oportunidade no mercado de trabalho. A tabela abaixo mostra essas duas constatações:









































Idade% dos que se dizem desesperados com situação atualTempo de desemprego (meses)
menos de 25 anos31,04%6,18
25 a 30 anos35,23%6,31
31 a 35 anos41,96%6,63
36 a 40 anos41,81%8,03
41 a 45 anos44,13%8,40
46 a 50 anos45,99%12,15
51 a 55 anos52,88%12,58
55 a 60 anos57,81%17,79
acima dos 60 anos64,79%18,11

Salário: outro “obstáculo” na busca pelo emprego

Além do fator idade, outro obstáculo é mencionado pela pesquisa: quanto maior o salário recebido no último emprego, com raras exceções, maior o tempo para se encontrar a nova e tão aguardada vaga de trabalho.

No quadro abaixo, é possível acompanhar essa constatação:

PUBLICIDADE























PUBLICIDADE








Faixa salarialTempo médio de desemprego (meses)
inferior a R$ 2 mil
6,86
de R$ 2.001 a R$ 3 mil6,56
de R$ 3.001 a R$ 4 mil8,01
de R$ 4.001 a R$ 5 mil 7,73
de R$ 5.001 a R$ 7 mil8,12
de R$ 7.001 a R$ 10 mil7,59
de R$ 10.001 a R$ 20 mil10,5
de R$ 20.001 a R$ 30 mil10,5
acima de R$ 30 mil15,50

De acordo com o estudo do Grupo Catho, a idade “é uma faca de dois gumes” pois, com o aumento da idade, os profissionais ganham mais e acabam ficando “mais caros”, demorando mais tempo para conseguir emprego.