Descontrole causou a inadimplência de 55% entre julho e agosto deste ano

De acordo com a Telecheque, o desemprego foi alegado por 7% das pessoas e o atraso salarial, por outros 4%

SÃO PAULO – O descontrole financeiro continuou sendo o principal motivo da inadimplência dos brasileiros, de acordo com pesquisa divulgada nesta segunda-feira (10) pela Telecheque. Entre julho e agosto, este foi o motivo alegado por 55% dos devedores.

Segundo o levantamento realizado com 1.355 pessoas inadimplentes, na comparação com o mesmo período do ano passado, quando 42% dos consumidores culpavam o descontrole, houve uma considerável alta de 13 pontos percentuais.

Falta de planejamento

Para o vice-presidente da Telecheque, José Antônio Praxedes Neto, o mercado tem influenciado o fato de o descontrole financeiro despontar como a principal causa da inadimplência do consumidor brasileiro, principalmente em função da oferta maciça de crédito que vem ocorrendo nos últimos anos, a exemplo do empréstimo consignado.

PUBLICIDADE

“Por isso, o consumidor precisa se reeducar financeiramente e aprender a administrar sua renda com mais cuidado para que não extrapole a sua capacidade de endividamento”, ressalta Praxedes.

Outros motivos

Ainda segundo o levantamento, 12% dos entrevistados apontaram o empréstimo de nome a terceiros como sendo o principal responsável pela inadimplência entre julho e agosto. Já o desemprego respondeu por 7%.

O percentual de pessoas que justificaram a inadimplência com problemas de acidente ou doença na família, por sua vez, atingiu 6% no período em questão e o das que apontaram o atraso salarial somou 4%.

Perfil

Por fim, o estudo mostra que os consumidores com faixa salarial entre R$ 700 e R$ 1.050 são maioria entre os inadimplentes e correspondem a 23% do total dos endividados. Além disso, os homens representam 53% do total.