Depende da voz para trabalhar? Conheça os cuidados que precisa tomar

Brasil está entre países que têm as maiores incidências de câncer de laringe, ficando atrás apenas da Índia

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – O Dia Mundial da Voz foi comemorado quarta-feira (16). Muitos profissionais dependem da voz para trabalhar, e não estamos falando dos cantores! Operadores de telemarketing, professores, locutores, jornalistas, recepcionistas, vendedores… A lista é enorme! Mas a oncologista clínica Fabiane Kellem do Centro Especializado em Oncologia e Hematologia, de Brasília, explica que “o uso abusivo das cordas vocais e maus hábitos causam problemas à voz”.

Atualmente, o Brasil está entre os países que têm as maiores incidências de câncer de laringe, ficando atrás apenas da Índia, segundo o Instituto Nacional do Câncer.

“Professores e cantores têm uma maior probabilidade de desenvolver lesões nas cordas vocais, que, na maioria das vezes, são benignas. Porém, quando associadas, por exemplo, ao consumo de álcool e tabaco, elevam as chances de desenvolver o câncer de laringe. Exposição ao níquel, asbestos (variação do amianto), e convivência em indústrias têxteis e madeireiras também aumentam a taxa de risco”, explica Fabiane.

PUBLICIDADE

O principal sinal de problema envolvendo as cordas vocais é a rouquidão persistente. O diagnóstico não é difícil, realizado através de um exame chamado laringoscopia.

Saiba como se prevenir

A fonoaudióloga Ana Elisa Moreira Ferreira, diretora da Univoz, listou alguns hábitos negativos que podem prejudicar as cordas vocais:

  • Uso de cigarros e drogas, que são substâncias químicas que irritam as cordas vocais;
  • Tossir constantemente, por conta de alergias, rinite e ressecamento da garganta, por exemplo;
  • Comer balas e pastilhas e usar sprays (isso causa falsa sensação de alívio, uma espécie de anestesia, e faz a pessoa forçar a garganta);
  • Fazer receitas caseiras que pertençam à crença popular e levam limão ou vinagre. Em geral, essas receitas têm componentes que irritam as cordas vocais;
  • Beber líquidos gelados, bebidas alcoólicas e praticar auto-medicação para melhorar a dor de garganta
  • Comer em excesso ou ingerir alimentos de difícil digestão – o refluxo de ácido do estômago para a garganta causa irritação;

Dicas importantes para uma boa preservação da saúde vocal:

  • Descansar e dormir bem, pois a voz reflete o cansaço físico e a falta de ânimo;
  • Beber muito líquido, principalmente água. Hidratar as pregas vocais é fundamental para que elas vibrem livremente;
  • Manter a voz no tom natural, sem forçar;
  • Manter uma boa postura corporal;
  • Poupar a voz durante crises alérgicas ou estados gripais;
  • Procurar auxílio médico, se houver alterações na voz por mais de duas semanas;
  • Comer maçã, que tem propriedades adstringentes, e evitar muito chocolate ou leite. Também tente não usar roupas apertadas.

PUBLICIDADE