Custo de vida: 85% dos brasileiros fazem “milagre” com salário, revela IBGE

Situação mais crítica está na zona rural, onde 89% das famílias têm dificuldade de chegar ao final do mês com o atual salário

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Quem nunca experimentou a sensação de receber o salário nos primeiros dias do mês e, passado pouco tempo, como em um passe de mágica, tudo desaparecer? Pois é, se você já viveu esta experiência, saiba que não é o único, afinal de contas nada menos do que 85,0% das famílias brasileiras têm algum grau de dificuldade para chegar ao final do mês com pelo menos parte do seu salário.

Isto é o que mostra a Pesquisa do Orçamento Familiar (POF) 2002-2003, divulgada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) nesta quarta-feira, dia 19 de maio. Além de investigações sobre dados monetários referentes às famílias brasileiras, o levantamento trouxe outras avaliações subjetivas, para investigar a percepção da população quanto à sua qualidade de vida.

Quase 30% têm muita dificuldade com salário

Analisando de uma maneira mais detalhada os números divulgados pelo IBGE, poderemos constatar que 27,14% dos brasileiros declararam que têm muita dificuldade para chegar ao final do mês com o rendimento que possuem. Enquanto isso, 23,7% das famílias sinalizaram que têm dificuldade, já 34,6% possuem alguma dificuldade.

PUBLICIDADE

Por outro lado, o levantamento do IBGE mostra que 8,9% dos brasileiros têm alguma facilidade para fazer o salário ser suficiente para todo o mês, enquanto 4,9% possuem facilidade para isso. Apenas uma inexpressiva parcela de 0,7% declarou que tem muita facilidade de chegar ao final do mês com o atual salário.

Situação na zona rural é ainda mais crítica

Se os números acima já assustam, quando segmentados os dados por local do domicílio – ou seja, entre zona rural e zona urbana – percebemos que a situação é ainda mais crítica. Para se ter uma idéia, enquanto na zona urbana 84% das famílias declararam dificuldade para chegar ao final do mês com o salário, na zona rural este patamar chega a 89% das famílias, acima da média nacional.

O percentual de famílias que declararam ter muita dificuldade para sobreviver com o atual salário foi de 26,1% na zona urbana e de 33,2% na zona rural. Segmentando-se por estrato de renda, para as famílias que ganham mensalmente até R$ 400, mais da metade (51,5%) tem muita dificuldade, isto considerando-se tanto as famílias da zona rural quanto da zona urbana.