Cursos a distância são uma forma de conciliar trabalho, estudos e vida pessoal

Maioria dos alunos já concluiu ensino superior, é mulher e tem entre 21 e 30 anos de idade, revela Sebrae

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Para expandir os conhecimentos, empreender e conciliar trabalho, estudo e vida pessoal, muitos profissionais recorrem aos cursos a distância realizados pela internet. Uma prova disso é que dos 52.626 alunos, que participaram do curso a distância IPGN (Iniciando um Pequeno Grande Negócio), realizado pelo Sebrae (Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) em parceria com o IEA (Instituto de Estudos Avançados), 54,2% possuem o ensino superior completo.

Além disso, 10% já fizeram uma pós-graduação; 33,8% tem o ensino médio completo e apenas 1,9% só completaram o ensino fundamental.

Perfil

Outra constatação feita pela pesquisa é que as mulheres são as que mais frequentam esses cursos a distância. No caso, a participação feminina é de 52,2% contra 47,8% da masculina.

Aprenda a investir na bolsa

Em relação à idade, metade dos estudantes do curso a distância tem entre 21 a 30 anos de idade. Já 24,5% das turmas são alunos de faixa etária entre 31 a 40 anos. Os jovens com menos de 21 anos representam 11,5% do total; por sua vez, aqueles com idades entre 41 a 50 anos somam 10,7%; e as pessoas acima de 51 anos, 3,3%.

Quanto aos locais em que estes estudantes residem, a maioria (28,3%) vive em São Paulo. Já Minas Gerais é o segundo estado com maior número de alunos, com 9,4%, seguido por Rio de Janeiro, com 7,7% dos estudantes; Bahia, 6,5%; e Santa Catarina, 5%. Os demais estados ficaram com percentual inferior a 5%.

Empreendedorismo

Entre os estudantes consultados, 47,7% responderam que possuem um negócio há mais de dois anos. Já 4,5% possuem um negócio a menos tempo.

Quem ainda não tem um negócio próprio pretende ter, uma vez que 38,8% dos alunos do curso a distância disseram que desejam abrir uma empresa.

Sobre o estudo

A pesquisa foi realizada a partir de relatórios do Sebrae com base em informações de cadastros e respostas dos alunos a alguns questionários desenvolvidos pela instituição. Os alunos fazem parte das 263 turmas desse curso do ano passado.