Crise profissional: confira como ela acontece e como sair dela!

Segundo gerente da Ricardo Xavier, um dos motivos para a crise profissional pode ser a falta de desafios

SÃO PAULO – Angústia, ansiedade, nervosismo, falta de vontade de sair da cama de manhã. As coisas no trabalho não andam bem e, à medida que o tempo passa, parece que pioram. Você não aguenta mais o chefe e os colegas do trabalho. Tudo o irrita. Será que está em meio a uma crise profissional? Para identificar isso, saiba que existem alguns motivos que podem levar à situação!

De acordo com a gerente de Planejamento de Carreira da Ricardo Xavier Recursos Humanos, Marisa Ayub, um dos motivos para a crise profissional pode ser a falta de desafios. A pessoa faz suas atividades como um robô, sem que necessite de um conhecimento adicional e, então, fica sem empolgação para o trabalho.

Existem ainda outros motivos: “A crise profissional pode acontecer quando o profissional percebe que não está desenvolvendo um trabalho adequado à sua experiência ou ainda quando a empresa promete algum tipo de melhoria, seja de trabalho ou financeira, e isto não acontece”, explicou a especialista.

É algo passageiro?

PUBLICIDADE

Questionada sobre como o profissional pode saber se é só um momento de insatisfação ou se é realmente uma crise, a gerente disse que “se um profissional está em crise na carreira é porque não planejou bem seus objetivos a médio e longo prazos”. Resumindo: ele chega a essa situação de crise se “deixar a vida levar”.

A solução para isso, de acordo com Marisa, está no planejamento da carreira. Dicas importantes são o profissional repensar sua carreira, investir em qualificação e conversar com outras pessoas que passaram pela mesma situação.

Além disso, a busca pela atualização deve ser constante na vida do profissional. “Se preciso for, o profissional deve buscar ainda a ajuda de consultorias especializadas em planejamento de carreira”. O motivo: analisar se precisa começar tudo de novo, ou se a solução é só a mudança de empresa ou de área dentro da companhia.

Insatisfação com o quê?

Segundo Marisa, o fato de a pessoa não conseguir arcar com seus compromissos financeiros pode levar a uma insatisfação com a carreira e, no final, a uma crise profissional. “Uma pessoa pode ter insatisfação pela falta de perspectivas salariais, quando ela se dá conta de que recebe menos do que a média do mercado ou quando o salário não é compatível com as atividades realizadas”.

Então, se falta dinheiro, pode ser apenas uma crise financeira mesmo, a ser solucionada com a reivindicação de um aumento ou mudança de empresa mesmo. “Agora, se é um problema profissional, podemos pensar que ele não se preparou direito. O profissional pode ter se acomodado, deixado o tempo passar e só agora se deu conta disso”.

“A única maneira de sair dessa situação é se preparando melhor para poder avaliar o mercado de trabalho”, disse.