Crescimento econômico faz aumentar autorizações a trabalhadores estrangeiros

De acordo com MTE, no primeiro trimestre deste ano foram 13.034 autorizações para profissionais vindos de fora do país

SÃO PAULO – O crescimento na economia brasileira fez aumentar em 13% o número de autorizações concedidas a trabalhadores estrangeiros no Brasil.

De acordo com levantamento do MTE (Ministério do Trabalho e Emprego), no primeiro trimestre deste ano foram 13.034 autorizações para profissionais vindos de fora do País. Em igual período de 2010, o número de autorizações concedidas foi de 11.530.

De modo geral, as autorizações para estrangeiros que vieram trabalhar a bordo de embarcação ou plataforma estrangeira; artistas ou desportistas, sem vínculo empregatício; assistência técnica por prazo de até 90 dias, sem vínculo empregatício; assistência técnica, cooperação técnica e transferência de tecnologia, sem vínculo empregatício; especialista com vínculo empregatício; e trabalhadores de navios de turismo foram as que mais contribuíram para o aumento das concessões.

PUBLICIDADE

“Em linhas gerais, reflete a pujança dos investimentos responsáveis pelo crescimento da economia brasileira, seja de empresas brasileiras que vêm adquirindo máquinas, equipamentos e tecnologia para implantação; seja de novas empresas de capital estrangeiro que estão se estabelecendo no país, aproveitando o crescimento sustentável brasileiro e que, em geral, necessitam de profissionais estrangeiros para o início de suas operações”, esclarece o coordenador geral de imigração e presidente do Cnig (Conselho Nacional de Imigração), Paulo Sérgio de Almeida.

Rio de Janeiro
Ainda conforme os dados do MTE, o Rio de Janeiro foi o estado que mais recebeu trabalhadores estrangeiros nos primeiros três meses deste ano: 5.286 autorizações. São Paulo, com 4.990, foi o segundo estado com maior número de autorizações no período, seguido por Minas Gerais, com 550.

Por gênero, a maioria das autorizações foi dada para homens, 11.959, sendo que, no geral, a maior quantidade de trabalhadores veio dos Estados Unidos, 1.857 autorizações; das Filipinas (1.183) e do Reino Unido (1.042).

Entre os países da América do Sul, o destaque é a Colômbia (221 trabalhadores); enquanto que entre os países do Mercosul a Venezuela lidera a lita de autorizações, com 141 concessões.