Cresce o número de profissionais com registro em carteira no turismo

Trabalhadores que atendem turistas ocuparam 914 mil empregos em 2009, segundo dados do Ipea

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – As oportunidades de trabalho formais no segmento de turismo voltaram a crescer: em 2009, os profissionais especializados no atendimento a turistas ocuparam 914 mil vagas. Os dados foram divulgados pelo Ipea (Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas) e fazem parte de um estudo que mede as ACT (Atividades Características do Turismo).

De acordo com o levantamento, tal número representa 2,8% dos postos de trabalho formais do País. Na análise de um período mais abrangente, de 2003 a 2009, por exemplo, o número é outro: as ocupações formais foram de 34%.

“O estudo faz um filtro, separando, no âmbito das ACT, aquelas voltadas ao atendimento do turista. Se fossem consideradas as atividades que atendem também os residentes, os números seriam maiores”, explica o técnico em planejamento do Ipea, Roberto Zamboni.

PUBLICIDADE

Foram avaliados os empregos nas atividades de alojamento, agências de viagem, transportes (aéreo, terrestre e outras modalidades), alimentação, auxiliar de transportes, aluguel de transportes, além da área de cultura e lazer.

Perfil
Dos profissionais que atuam no segmento, especialmente nas agências de viagens, o número de trabalhadores com segundo grau completo ou superior incompleto é de 67,5%.

Já na avaliação das cidades, o levantamento aponta as que mais empregam pessoas nas áreas de alojamento e agências de viagem: São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador, Belo Horizonte, Brasília, Natal e Fortaleza.