Contratação à distância: mesmo por computador, cuidado com aparência!

Não é só porque se fala pela internet que cuidado com apresentação pessoal deixa de existir

SÃO PAULO – Para facilitar as contratações à distância, as empresas contam com uma ferramenta bastante eficiente: a internet. Em meio a falta de recursos para transportar o candidato, essa pode ser uma alternativa de contato antes da escolha.

“Em processos seletivos que envolvem profissionais em diversas localidades do país e do mundo, os recursos virtuais são grande aliados, principalmente nas fases iniciais do processo”, explicou o sócio da consultoria de Recursos Humanos Steer, Ivan Witt.

Aparência

Os recursos usados são fáceis de serem manuseados e conhecidos de quem usa a internet no dia-a-dia: a mensagem instântanea e o VoIP. Com eles, há um contato visual e, portanto, o candidato deve tomar cuidado com a aparência antes de participar do processo.

PUBLICIDADE

“Não é só porque estamos falando virtualmente que o cuidado com a apresentação deixa de existir. As pessoas que se preocupam marcam pontos”, disse Witt.

Por isso, use terno e gravata, se a entrevista for bastante formal, ou uma camisa e calça jeans, em caso de uma seleção menos rigorosa. Arrume o cabelo. Para as mulheres, não é preciso carregar na maquiagem. Comporte-se como se fosse à entrevista.

O mais importante é que fique sozinho em frente ao computador, para não ser surpreendido por barulhos. Mantenha o ambiente limpo e organizado, o que pode ser detectado pela webcam.

Outras etapas

Além da imagem, os selecionadores aplicam provas escritas. Nelas, procure prestar bastante atenção, principalmente ao português, pois erros grosseiros diminuem consideravelmente as chances de contratação.

Mantenha-se sozinho em frente ao computador também nessa etapa da seleção, já que o tempo da prova é calculado, em alguns casos, e tem peso no processo de escolha.

Depois de os candidatos serem selecionados pelas provas, eles terão de se dirigir até a empresa para o contato pessoal. Nenhum tipo de decisão é feita sem que se conheça ao vivo a pessoa a ser escolhida.