Contact Center aumenta contratação de profissionais acima dos 40 anos

De acordo com o Sintelmark, estima-se que em 2011 a participação dessa faixa etária cresça 20%, em média

SÃO PAULO – Com o crescimento do setor de serviços em São Paulo, o mercado paulista de contact center encontra-se também em expansão. Em decorrência disso, o número de vagas está aumentando, mas os profissionais qualificados estão em falta.

Para resolver esse problema, muitas empresas passaram a aumentar seu quadro de funcionário acima dos 40 anos. De acordo com o diretor executivo do Sintelmark (Sindicato Paulista das Empresas de Telemarketing, Marketing Direto e Conexos), Stan Braz, estima-se que em 2011 a participação dessa faixa etária cresça em média de 20%.

No trabalho
As empresas estão interessadas nesta faixa etária por características como experiência e maturidade. Fatores como necessidade de qualificação e responsabilidade também são importantes, apontou Braz.

PUBLICIDADE

O executivo ainda concluiu que, para esse público, trabalhar significa estar ativo e, mais do que isso, significa estar realizando tarefas importantes no seu dia a dia.

A empresa de telemarketing TMK, por exemplo, tem uma ação voltada exclusivamente para profissionais entre 35 e 60 anos, o “Projeto recomeçar”. O gestor de relações humanas da empresa, José Ricardo, avaliou que muitos desses profissionais têm alto grau de dinamismo, flexibilidade e vitalidade, além de mostrar ótimos resultados na execução de suas atividades.

Profissionais experientes
Outro exemplo de programas para esse tipo de público é realizado pela Trade Call Service. A empresa observou que os mais velhos ouvem mais e, por isso, apreendem muito mais também. O comprometimento é outro fator de destaque, já que esses colaboradores não costumam faltar nem apresentar atrasos.

A mistura dos mais velhos com a juventude também é algo comum para algumas dessas empresas. Tanto a Trade Call Services quanto a Agyx se manifestaram a favor desse contato, mas sem pensar em substituir os mais jovens.

Na Agyx, por exemplo, os cargos mais comuns que os colaboradores acima dos 40 anos desempenham são de liderança de pequenos grupos, back-office, administrativos ou gerenciais.