Na hora certa

Confira dicas para não cometer erros de gramática no seu currículo

Embora isso pareça óbvio, uma pesquisa citada pelo blog americano Brazen Life revela que, em média, um currículo contém 6 erros linguísticos

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Lembre-se de que o seu currículo é você em forma de papel. Portanto, se ele estiver amassado, mal formatado ou escrito de qualquer maneira, o recrutador pensará que você é da mesma maneira. Embora isso pareça óbvio, uma pesquisa citada pelo blog americano Brazen Life revela que, em média, um currículo contém 6 erros linguísticos. Sejam eles de grafia, pontuação ou gramática. Com seis erros no seu CV, dificilmente você será chamado para a entrevista.

Confira 3 dicas para não cometer erros de gramática no seu currículo

1. Corretores automáticos
Um bom exemplo de corretor ortográfico é o Microsoft Word. Ele corrige palavras com erros de grafia e concordância. Muitas vezes, são erros bobos, mas que passam despercebidos se você está a certo tempo tentando escrever algo.

PUBLICIDADE

2. Revise
A palavra revisar, neste caso, é bem ampla. Dê uma olhada se você não está cometendo erros de concordância (às vezes o Microsoft não os percebe) ou de adequação. Tente ser o mais impessoal possível no CV e, de preferência, não escreva em primeira pessoa. Ao invés de dizer “fui responsável por…”, diga “responsável por”. Além disso, jamais repita palavras. O texto parece pobre e passa a impressão de que seu vocabulário é pouco extenso. Finalmente, leia em voz alta e peça para algum colega revisá-lo.

3. Formato consistente
Escolha um formato e use-o até o final do currículo. Jamais troque de fonte, tamanho ou cor (que deve ser sempre preta). Obviamente, você pode trocar o tamanho e colocar negritos quando for necessário. Títulos, introduções e sub-títulos no primeiro caso e, no segundo, para palavras chaves.

Veja mais matérias de Carreiras no Universia.