Gestão certa

Confira as lições de liderança dos presidentes norte-americanos

Ao longo da história, vários presidentes norte-americanos mostraram o poder de uma boa liderança. Veja lições para aprender com eles

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Para exercer a liderança, os profissionais precisam entender mais sobre motivação e alavancar a equipe no ambiente de trabalho. Muitas vezes eles perdem muito tempo focados em relatórios e metas, o que faz com que eles deixem de lado alguns fatores importantes que vão fazer com que estes objetivos sejam cumpridos.

Ao longo da história, vários presidentes norte-americanos mostraram o poder de uma boa liderança. Se você deseja ser um líder melhor, confira alguns conselhos dos líderes norte-americanos.

1. Não duvide de sua própria autoridade: a Constituição dos EUA diz muito pouco sobre os poderes da presidência, mas isso não impediu George Washington de estabelecer a posição com um considerável poder. Ele reprimiu a Whiskey Rebellion, revolta que testou a autoridade do governo federal da época. Como Washington demonstrou, a eficácia da liderança está muitas vezes ligada diretamente às formas grandes e pequenas que um líder demonstra sua seriedade.

Aprenda a investir na bolsa

2. Equilibre idealismo com pragmatismo: não há dúvidas que Abraham Lincoln era um idealista. Mas muitas vezes ele comprometida questões pessoais com princípios constitucionais. Esta é a lição mais difícil para qualquer líder aprender. Para alcançar o progresso, muitas vezes você tem que fazer escolhas que surgem desconfortavelmente perto de violar sua opinião. Saber a diferença entre um compromisso necessário e um perigoso é algo muito importante para a sua carreira.

3. Abrace o conceito de mudança em prol da inovação: Teddy Roosevelt construiu sua reputação como um presidente reformador. Ele atacou monopólios empresariais, defendeu uma política sólida estrangeira e lançou o movimento ambientalista moderno. Percebe-se que muitas vezes ele abraçou o conceito de mudança para beneficiar a inovação no país. Ao mostrar uma abertura para a reforma, ele criou oportunidades para muitos inovadores colocarem suas ideias em prática.

4. Considere as necessidades dos outros: Woodrow Wilson foi o primeiro presidente que teve a sua política levada a sério e aquele que melhor influenciaria o mundo além das fronteiras norte-americanas. No mesmo sentido, os líderes devem considerar como eles podem tomar medidas para reforçar não só as suas próprias empresas, mas também a sua comunidade ou o setor industrial.

5. Analise a sua comunicação: Franklin Roosevelt reestruturou radicalmente a maneira como o governo trabalhou. Ele foi capaz de realizar várias mudanças porque era um comunicador forte. Em outras palavras, se você identificar a maneira correta de falar com as pessoas, terá grandes chances de ser um bom líder.

6. Veja seus rivais como parceiros: Dwight D. Eisenhower foi indiscutivelmente o presidente menos partidário da era moderna. Ele acreditava que os partidos políticos deveriam trabalhar juntos e construiu uma relação extremamente eficaz para trabalhar com seus rivais políticos. Ele descobriu uma maneira de fazer com que as pessoas trabalhassem em conjunto.

7. Não perca o senso de prioridades: Lyndon Johnson queria deixar um legado no progresso nacional. Porém, ele perdeu o seu senso de prioridades e perdeu muito com a Guerra do Vietnã. Quando você perde o foco de suas prioridades, acaba prejudicando seus colegas de trabalho e também não alcança seus objetivos.

PUBLICIDADE

8. Encobrir um erro é sempre pior: você pode aplicar as lições aprendidas com a desgraça sem precedentes de Richard Nixon. Se você cometer um erro, a melhor coisa a fazer é admiti-lo sem hipocrisia. Seus funcionários, clientes e investidores não esperam que você seja perfeito, mas eles esperam honestidade da sua parte. E mentir sobre possíveis problemas é sempre a pior coisa a se fazer.

9. Traga otimismo para tudo que você faz: Ronald Regan foi chamado de “O Grande Comunicador”, mas ele também foi um grande vendedor. Se ele estava em campanha diante de uma multidão, Reagan era um mestre em enfatizar os benefícios de seu governo. Para isso, ele colocava muito otimismo em todas as suas falas. Isso motiva os seus funcionários e aumenta a sua credibilidade.

Veja mais matérias de Carreiras no Universia.