Mais que palavras

Confira 6 maneiras não-verbais de atrair a atenção do recrutador

Existem diversas maneiras menos óbvias que a conversa - porém igualmente eficazes - de conquistar a atenção do seu entrevistador

Businessman and businesswoman in a meeting

SÃO PAULO – Praticar o que vai dizer em uma entrevista de emprego é a preocupação de dez entre dez candidatos a uma vaga. “Impressionar” o recrutador é fundamental para garantir o sucesso da sua carreira e você investe todo o tempo disponível em ensaiar essa conversa. Entretanto, existem outras maneiras menos óbvias – porém igualmente eficazes – de conquistar a atenção do seu entrevistador. Confira 6 maneiras não-verbais de atrair a atenção do recrutador.

1. Invista no aperto de mãos
Certifique-se de que o seu aperto de mãos será firme e seguro de si. Jamais cumprimente alguém dando apenas os dedos. Isso faz com que a pessoa acredite que você tem algo a esconder. Um bom aperto de mãos passa segurança, torna você uma pessoa mais confiável de maneira quase instantânea. Pratique.

2. Sente-se da maneira correta
Você já deve estar cansado de saber sobre a importância da postura correta para a sua saúde, mas, em uma entrevista de emprego, sentar-se da maneira certa pode garantir muito mais benefícios para você. Não fique curvado, isso vai fazer com que você pareça menor, amedrontado, fechado. Mantenha-se ereto, isso mostra uma postura corajosa, como se você estivesse aberto a novos desafios.

PUBLICIDADE

3. Mostre suas mãos
Mostrar as suas mãos faz com que você pareça aberto e mais facilmente abordável. Uma boa ideia, para não parecer deslocado, é apoiá-las em cima da mesa ou mesmo nos braços da cadeira onde estiver sentado. Lembre-se de agir normalmente, manter as mãos à mostra não é nada com que você precise se preocupar.

4. Espelhe movimentos
Pesquisas mostram que os recrutadores e profissionais de RH contratam pessoas parecidas com eles mesmos. Portanto, use a sua linguagem corporal para ajudar nesse processo. Uma boa sugestão é espelhar os movimentos do seu recrutador, ou mesmo combinar os seus movimentos com os dele. Faça isso apenas no início da entrevista, para que ele se sinta confortável. E certifique-se de que você está sendo sutil.

5. Mantenha os pés no chão
Quando as coisas ficam difíceis, você tende a perder o controle sobre os movimentos corporais e, involuntariamente, pode acabar de mexendo demais ou congelando. Para superar esses momentos complicados da entrevista, uma boa dica é colocar os dois pés no chão de maneira firme. Isso vai ajudar o seu cérebro a usar os dois hemisférios – o lado racional e o criativo – de maneira equilibrada.

6. Preocupe-se com o fim
Embora a primeira impressão seja muito importante, você deve ter em mente que as pessoas também se lembrarão da última coisa que você faz ou diz. Por isso, preocupe-se com o fim da sua entrevista. Conforme a conversa se encaminhar para o fim, certifique-se de manter as mãos livres para se despedir com um aperto de mãos firme e seguro. Isso passa confiança para as pessoas.

Veja mais matérias de Carreiras no Universia.