EXPERT XP 2020 'O futuro é consumir menos': Melissa Vogel, da Kantar Ibope, Daniela Falcão, da Globo Condé Nast, e Murilo Gun falam sobre o novo consumidor

'O futuro é consumir menos': Melissa Vogel, da Kantar Ibope, Daniela Falcão, da Globo Condé Nast, e Murilo Gun falam sobre o novo consumidor

No trabalho

Confira 5 dicas para ter uma linguagem corporal mais expressiva

Uma pessoa que alinha as linguagens é mais persuasiva e, portanto, aparenta ser mais confiante

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – É importante que, enquanto você esteja falando, sua inguagem corporal seja expressiva e atratival. Afinal, ela vai ajudar na eficácia da mensagem e até na empatia do receptor com você. Uma pessoa que alinha as duas linguagens é mais persuasiva e, portanto, aparenta ser mais confiante.

Confira 5 dicas para ter uma linguagem corporal expressiva:

1. Esvazie suas mãos
Solte qualquer coisa que esteja segurando: caneta, celular, anotações. É mais fácil gesticularr naturalmente sem nada nas mãos, e os gestos são parte essencial da sua linguagem corporal. Quando você estiver mais eficaz nesta área, você pode segurar coisas na mão, mas, por enquanto, não.

PUBLICIDADE

2. Mãos livres
Deixe suas mãos livres. É mais difícil de gesticularr quando você está com as mãos entrelaçadas, no seu bolso ou apoiando em algo. Pode parecer estranho no momento, mas o essencial é que você mantenha seus braços e mãos soltos, sem mexê-los. Você vai se sentir como um gorila, mas, aos outros, vai somente parecer relaxar.

3. Fale com uma pessoa por vez
As duas dicas acima servem para que você se livre das barreiras expressivas. Agora, está na hora de agir! Fale com uma pessoa por vez e encare aquela conversa como se fosse a única no mundo. Ao se sentir à vontade, você vai produzir gestos naturalmente e sua linguagem corporal será positiva.

 4. Mova seus pés
É bom se mexer ao redor da pessoa enquanto ela está falando. Logicamente, não saia correndo ou fazendo “malabarismos” durante a conversa. Só faça movimentos leves, mas tente dar a volta na pessoa. O ideal é que você esteja encorajado e à vontade para fazer gestos mais largos.

5. Varie seus gestos
Uma vez que você abriu sua linguagem corporal, verifique se você não está sendo repetitivo com o mesmo gesto. Peça feedbacks ou grave apresentações suas. Verifique no que você está errando e tente não fazer de novo nas próximas vezes. Remova gestos distrativos e repetitivos, mas não faça nada como uma coreografia, se não, parecerá forçado e anormal.

Veja mais matérias de Carreiras no Universia.