Em carreira / concurso-publico

Concursos públicos devem ser suspensos pelos próximos anos; Guedes vê excesso de servidores

Ministro da Economia acredita que os reajustes salariais de servidores nas gestões anteriores foram "ferozes"  

Paulo Guedes_Jefferson Rudy_Agência Senado_9
(Jefferson Rudy/Agência Senado)

SÃO PAULO – O ministro da Economia, Paulo Guedes, voltou a dizer que não haverá concursos públicos nos próximos anos. Segundo ele, os governos anteriores foram responsáveis por contratar servidores demais e concederam reajustes salariais “ferozmente”.

Guedes falou na audiência sobre a reforma da Previdência na Comissão de Finanças e Tributação da Câmara dos deputados. Ele não precisou por quantos anos os concursos para cargos públicos ficarão suspensos, mas chegou a afirmar que não será preciso demitir os que estão na ativa.

“Nas nossas contas, 40% dos funcionários públicos devem se aposentar nos próximos cinco anos”, disse o ministro. Para desinchar a máquina pública, portanto, só seria preciso “desacelerar as entradas”.

Ainda sobre o tópico, Guedes disse que o governo busca reduzir a burocracia e digitalizar processos para aumentar a eficiência dos serviços públicos, sem dar detalhes.

Quer estabilidade financeira? Invista. Abra uma conta gratuita na XP. 

 

Contato