caso parou na justiça

Companhia aérea demite comissário por comer sanduíche sem pagar

O ex-comissário de bordo foi aos tribunais espanhóis, país em que reside, reivindicar a demissão

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O espanhol Juan Francisco entrou na justiça após ser demitido pela companhia aérea Ryanair por ter comido um sanduíche em voo sem pagar por ele.

Segundo o site IrishTimes.com, o ex-comissário de bordo foi aos tribunais espanhóis, país em que nasceu, reivindicar a demissão, alegando que ela foi sem justa causa. O sanduíche de presunto e queijo custa € 5,50 (ou cerca de R$ 10, de acordo com a cotação do Banco Central do dia 07 de março de 2014).

Juan Francisco chegou a receber uma decisão favorável em uma instância inferior da justiça espanhola, mas a Suprema Corte afirmou que o caso deve ser julgado na Irlanda, país sede da companhia, ou na Noruega, por onde o espanhol fez seu contrato de trabalho.

Aprenda a investir na bolsa

“Os tribunais espanhóis não têm competência para julgar a ação de um cidadão espanhol que reside atualmente em Oslo, e seus ex-empregadores são de outro país da União Europeia”, informou a Corte espanhola. No ano passado, a Ryanair foi condenada a pagar € 8 milhões por um tribunal francês ao violar o regulamento trabalhista de mais de 120 funcionários irlandeses.