Como se comportar ao encontrar alguém do trabalho fora da empresa?

O mais indicado é acenar em qualquer situação; cuidado com as atitudes em festas e em restaurantes

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Em festas, no shopping ou até mesmo na rua, pode ser que você esbarre com uma pessoa de seu ambiente de trabalho. Pego de surpresa, em algumas situações, os profissionais não sabem como agir.

De acordo com a consultora de RH (Recursos Humanos) do Grupo Catho, Camila Mariano, a atitude a ser tomada depende da relação entre as pessoas que se cruzam.

“O mais indicado é acenar em qualquer situação. Não precisa parar para beijar, abraçar e cumprimentar a família se estiver muito longe, somente se tiver muita intimidade com a pessoa”, afirmou.

Situações

Aprenda a investir na bolsa

No caso do encontro em algum restaurante, Camila indica que a pessoa que chegou se dirija até a mesa para cumprimentar. A que já estava sentada, por sua vez, deve apresentar os acompanhantes e ainda convidar o colega de trabalho a se sentar. “O outro somente deve aceitar se for se sentir confortável”, afirmou.

Nas festas, se o profissional encontrou um colega do trabalho, é melhor que controle as próprias atitudes. “Por bom senso, o comportamento na festa deve ser avaliado. É importante preservar a própria imagem e não beber demais”.

Camila afirmou que as pessoas formam a imagem das outras independentemente de estarem no ambiente de trabalho. Por isso, deve-se controlar as atitudes fora do escritório na presença de um colega de trabalho.

Com chefes e donos da companhia, o cuidado com o comportamento deve ser maior, já que essas pessoas são responsáveis pela situação do profissional na empresa. “Os extremos devem ser desconsiderados, como abraçar demais e ignorar”.

Dicas

Existem algumas outras situações em que o profissional pode ter dúvida em como se comportar. E, para que você não passe por nenhuma circunstância desagradável, veja abaixo as dicas dadas pela consultora em etiqueta e marketing pessoal Ligia Marques:

  • Apresentação: ao ser apresentado, diga “como vai?”, “muito prazer!”, “tudo bem?”. O “oi” cabe apenas em cumprimentos jovens e informais;
  • Beijo: beijo no rosto somente com os mais íntimos. A iniciativa cabe às mulheres;
  • Tratamento: “senhor” e “senhora” são sempre desejáveis, a menos que a pessoa se incomode. Se esquecer o nome de alguém, diga que sua memória não anda muito boa e pergunte;
  • Conversas: falar alto é deselegante, bem como interromper. Mulheres dizem “obrigada” e homens, “obrigado”. Nada de tratar as pessoas como “querida”, “benzinho”, o que dá um ar de ironia.