Como recusar uma oferta de emprego?

Tenha certeza de que não quer a vaga antes de recusá-la e seja transparente; evite sumir do mapa e mande carta de agradecimento

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Dizer “não” para uma vaga de emprego em uma empresa é uma situação complicada. Se a atitude for tomada de maneira inadequada, pode significar o fechamento de uma porta para o profissional no mercado de trabalho.

Por isso, antes mesmo de tomar a decisão, o profissional deve ter certeza do que fará: não pense somente no salário, mas se suas características realmente não estão de acordo com o que é exigido pela vaga.

Depois de analisados estes pontos, caso decida recusar, aí é preciso entrar em contato com a empresa.

O que fazer?

Aprenda a investir na bolsa

De acordo com a gerente de desenvolvimento organizacional da Caliper – empresa de gestão de talentos -, Brunna Veiga, o profissional pode mandar um e-mail de agradecimento, telefonar ou se dirigir à companhia para recusar a oferta.

“Depende da empresa. Umas são tão tecnológicas que tudo se faz por e-mail e telefone e pode-se usar estes meios, já que nem os funcionários se falam pessoalmente. Em outras, de menor porte ou onde o profissional conhece alguém, é interessante ir pessoalmente”, afirmou.

Como comunicar?

Ainda segundo Brunna, é preciso sempre ser transparente na hora de dizer que não aceitará a vaga. “Posicione que está lisonjeado pela oferta e que ao longo do processo seletivo percebeu que as caraterísticas do cargo não atendem aos seus motivadores profissionais. Mas não espere até o momento final para dizer se já percebeu antes que não deseja a vaga”, orientou a gerente.

Outra forma bastante elegante, segundo ela, é mandar uma carta de agradecimento. Esta é uma maneira de não fechar uma porta definitivamente, já que estará sendo educado e poderá ser chamado para outros processos dentro da empresa.

Uma forma interessante de dizer “não” é recusar e recomendar um outro profissional, o que mostrará que você não quer deixar a empresa desamparada.

Evite!

“Sumir do mapa”. Este é o tipo de atitude que mostrará falta de maturidade ou de coragem, o que realmente poderá fechar portas para o profissional na empresa. Se não quiser a vaga, não desligue o celular ou suma, o melhor é ser transparente, já que é interessante para a empresa saber quanto ela é atrativa.

PUBLICIDADE

Fazer leilão é outra atitude inadequada, segundo disse Brunna. Nada de dizer que conseguiu outro emprego e quanto vai ganhar para que a outra companhia suba a oferta de salário e comece uma disputa de valores.