É possível

Como montar um bom currículo mesmo sem nunca ter trabalhado

Segundo Lailton Sabino, CEO do portal de recrutamento Winjob, é nesse momento que entra a importância de um currículo bem elaborado

SÃO PAULO – Não ter uma experiência de trabalho pode dificultar o processo de encontrar emprego para algumas pessoas. Algumas áreas e cargos pedem que o candidato já tenha trabalhado anteriormente, o que ainda não acontece.

Entretanto, isso não significa que encontrar uma vaga que se adeque a você seja impossível. Segundo Lailton Sabino, CEO do portal de recrutamento Winjob, é nesse momento que entra a importância de um currículo bem elaborado.

Ele separou algumas dicas para usar seu currículo como a melhor ferramenta para isso:

PUBLICIDADE

1. Se apresente
Lailton explica que colocar uma breve apresentação é uma maneira de chamar a atenção dos recrutadores. O texto deve vir após os dados pessoais e de contato e ser resumido, mas ainda assim expor os pontos fortes do candidato, as competências desenvolvidas academicamente e os objetivos profissionais.

“Não se esqueça que você está se apresentando ao recrutador, então valorize a linguagem simples e esteja atento aos erros de ortografia e digitação”, disse o CEO.

2. Você tem experiências
Nunca ter trabalhado é diferente de não possuir experiências. Você pode falar sobre trabalhos desenvolvidos na faculdade que podem ser úteis para seu trabalho. Participação no grêmio estudantil, atlética da faculdade, projetos sociais e empresa júnior são importantes e devem constar no currículo.

Segundo o CEO, citar as atribuições e características de cada uma dessas experiências é essencial.

3. Cite hobbies e trabalhos voluntários
Trabalhos voluntários são valorizados por recrutadores e, por isso, ter alguma participação em seu currículo pode ajudar. Mencionar seus hobbies é uma maneira do recrutador conhecer sua personalidade, saber mais sobre você – e isso é levado em conta durante o processo seletivo.

Entretanto, tente não se prolongar nas descrições de seus hobbies e nem dos projetos voluntários. “Em um currículo, muitas vezes menos é mais”, disse Lailton.

PUBLICIDADE

4. Seja honesto e objetivo
Mesmo que sua experiência não seja grande e você não tenha trabalhado, não minta sobre isso em seu currículo e nem no momento da entrevista. Segundo Lailton, o recrutador saberá dizer o que é verdade e o que não é.