Como avaliar uma proposta de estágio no primeiro ano de faculdade?

Avaliar bem uma proposta de estágio durante o primeiro ano de faculdade é porta de entrada para o sucesso esperado pela carreira

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Na primeira vez que a estudante Amanda Trolezi (22) recebeu uma proposta de estágio, suas tarefas profissionais até o momento consistiam em agendar telefonemas e marcar reuniões em um escritório de contabilidade. A rotina, impensada para o futuro da carreira, a deu, no entanto, um “certo” reforço financeiro para pagar algumas contas e bancar os estudos.

Seduzida pela proposta, Amanda, que ainda estava no primeiro ano do curso de Relações Públicas, pediu as contas na empresa e entrou de cabeça no estágio. A meta era desempenhar tarefas relacionadas ao curso escolhido.

Porém, o que não fazia parte de seus planos era o baixo salário trazido pela bolsa-auxilio e pelos benefícios dados no estágio. “Fiquei entusiasmada quando recebi a proposta. Não pensei duas vezes em aceitá-la. No entanto, estou tendo de fazer um aperto absurdo para conseguir bancar, pelo menos, a minha faculdade”, afirma Amanda.

Aprenda a investir na bolsa

Tal situação não é vivida apenas pela estudante. É um processo constante na vida de tantos outros universitários. Avaliar bem uma proposta de estágio durante o primeiro ano de faculdade pode ser a porta de entrada para o sucesso esperado pela carreira

Ponderações
Para o superintendente de Operações do CIEE (Centro de Integração Empresa-Escola), Eduardo de Oliveira, a primeira etapa profissional deve estar necessariamente relacionada às atividades da carreira escolhida e não interferir negativamente nos estudos. E o estágio pode ser o caminho para isso. 

“A lei [do estágio] dita a carga horária máxima de 6 horas por dia, o que dá garantias de que o estudo não será atrapalhado”.

Além do estudo, outro fator que deve ser ponderado é o lado financeiro. Em relação a isso, Oliveira diz que o estudante não deve temê-lo, afinal, pode haver a chance de efetivação. “Com o passar dos semestres, o salário irá aumentar”.

Na avaliação de Oliveira, o estudante deve aceitar, em um primeiro momento, a vaga de estágio, tendo em mente o futuro. As questões salariais devem ser negociadas com a empresa ou na própria escola, por meio de um desconto. “As escolas hoje estão mais abertas a negociação, por isso vale uma tentativa com a administração de ensino. Vale também negociar o piso salarial com a empresa contratante”.

Não bobeie
Para avaliar uma oportunidade de estágio, o estudante deve verificar antes as atividades a serem exercidas, a possibilidade de efetivação e o benefício salarial que o contratante dispõe.

PUBLICIDADE

É correto levar em conta as práticas profissionais oferecidas pela empresa. Não adianta desempenhar ações que não estejam ligadas ao curso superior escolhido.

“Aproveite todas as possibilidades que o estágio dá, nem que isso signifique um aperto financeiro momentâneo”, diz o profissional.