Comissão Europeia escolhe Brasil como foco do programa “Study in Europe”

Estudantes podem escolher entre os 32 países integrantes do projeto, entre os quais Reino Unido, França e Islândia

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – A Comissão Europeia escolheu o Brasil como foco do programa educacional “Study in Europe” em 2009, com o intuito de atrair jovens brasileiros para instituições de ensino superior da Europa.

Os estudantes podem escolher entre os 32 países que fazem parte do projeto, entre os quais Reino Unido, França, Portugal, Islândia, Lituânia e República Tcheca.

“Nos últimos anos, o Brasil se tornou um importante player no cenário mundial. A Europa vê o país como um parceiro estratégico, que está entre os líderes dos mercados emergentes mundiais”, explica o membro da Comissão Europeia para Educação, Treinamento, Cultura e Juventude, Ján Figel.

Bolsa de estudo

Aprenda a investir na bolsa

Os brasileiros podem concorrer a bolsas de estudos do programa de mobilidade e cooperação na área de ensino superior Erasmus Mundus, que permite ao aluno estudar em vários países. Entre este ano e 2013, serão injetados no programa recursos da ordem de 950 milhões de euros.

Sobre o programa

Criado em 2007, o “Study in Europe” é um projeto destinado a jovens de todo o mundo, embora, neste momento, o foco da Comissão Europeia são os países que compõem o BRIC (Brasil, Rússia, Índia e China). A opção se deve pelo fato de que essas nações apresentam potencial econômico e um grande número de estudantes. No ano passado, o alvo foi a Rússia.

O programa será oficialmente apresentado no Brasil durante a feira de educação ExpoBelta, que acontece entre os dias 27 e 29 de março, na capital paulista. Mais informações podem ser obtidas no site www.study-in-europe.org. Neste espaço, os interessados encontram dados sobre os países participantes, as universidades e o que é necessário para viver e estudar no exterior.