Comércio: efetivações ficam abaixo do esperado após período de festas

Contratações favoreceram 22 mil pessoas; apesar de significativo, número ficou abaixo da expectativa da Asserttem

SÃO PAULO – As contratações efetivas no comércio e na indústria favoreceram apenas 22 mil pessoas no período pós-festas. Isso quer dizer que, das 147 mil vagas temporárias abertas em todo o País, apenas 15% delas se transformaram em fixas – número 5 pontos percentuais inferior ao previsto para o período em questão.

Os dados da Asserttem (Associação Brasileira das Empresas de Serviços Terceirizáveis e de Trabalho Temporário) divulgados nesta terça-feira (10) mostram como as incertezas no campo da economia impactaram as contratações.

De acordo com a presidente da Associação, Jismália de Oliveira Alves, por ser sensível à economia, o setor de trabalho temporário costuma ser muito vulnerável às oscilações do mercado.

PUBLICIDADE

“O momento de ansiedade e expectativa implica uma maior cautela por parte dos segmentos contratantes de mão de obra temporária”, explica a profissional.

Remuneração
Ainda de acordo com a Pesquisa de Checagem de Natal 2011, a remuneração média de quem conquistou uma vaga temporária neste Natal ficou entre R$ 690 e R$ 996 nas atividades do comércio.

Já quem buscou vagas nas indústria recebeu de R$ 920 a R$ 1,3 mil. Segundo o estudo, os homens foram os que ocuparam a maioria das vagas, ficando com 55% das oportunidades no comércio e 65% na indústria.

Oportunidades
Em relação às oportunidades, o comércio investiu nos cargos de analista de crédito, atendente, crediário, embalador, estoquista e etiquetador. Outras funções, como as de fiscal de caixa, de loja, operador de telemarketing, vendedor e Papai Noel, também se destacaram neste ano.

Já na indústria, se deu bem quem procurou trabalho como auxiliar administrativo, de laboratório, nutricionista, operador de máquinas, técnico em segurança do trabalho e até mesmo como auxiliar de departamento financeiro.

O levantamento aponta ainda que os auxiliares de serviços gerais, operadores de empilhadeira, técnicos em manutenção industrial e motoristas também foram muito solicitados durante o período.