Começando 2009 com o pé direito: veja cinco hábitos que fazem toda a diferença

Uma das dicas é trabalhar sua visão de mundo. Se costuma ser pessimista, se dê ao direito de esperar o melhor das situações

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Quem não gostaria de estar sempre de bem com a vida, de acordar todos os dias com vontade de ir ao trabalho e reencontrar os colegas, de não se chatear à toa, de chegar em casa satisfeito com tudo o que conseguiu fazer ao longo do dia?

É praticamente uma tarefa impossível, mas, por mais difícil que pareça, saiba que há pequenas atitudes que podem mudar completamente nosso dia-a-dia. Pensando nisso, o coach Ricardo Melo elaborou, para o portal InfoMoney, cinco hábitos que podem fazer toda a diferença, tanto na sua vida profissional quanto na pessoal.

Os cinco hábitos

Confira o que você pode fazer para mudar seu dia-a-dia e tornar a vida mais leve:

  1. Valorize todas as pessoas ao seu redor, sem exceções!
  2. Aprenda a investir na bolsa

  3. Selecione alguns cursos que sempre teve vontade de fazer, bem como leia aqueles livros que comprou e ainda não teve tempo de ler. Por conta da carreira, temos a tendência de estar sempre em busca de cursos e leituras que acrescentem à profissão, mas é importante fazer o que gosta também, mesmo que não tenha nada a ver com o trabalho. Que tal fazer um curso de mergulho ou de filosofia?
  4. Trabalhe sua visão de mundo. Se costuma ser pessimista, se dê ao direito de pensar de forma positiva e esperar o melhor das pessoas e das situações que se apresentam. Por que não acreditar em seu talento e em suas capacidades profissionais? Por que não acreditar que irá realizar aquele sonho antigo, que já tinha esquecido? Mude sua visão de mundo!
  5. Procure fazer diferença na vida das pessoas, mas sem esperar retorno! Ajude-as, das missões mais simples até as mais complexas. Se conhece uma pessoa que ficará feliz com uma simples visita, por que não visitá-la? Se há um colega com muito trabalho a fazer, por que não ajudá-lo?
  6. Cuide do seu lado espiritual. Mas Melo lembra que isso não tem a ver com religião, necessariamente. Para muitas pessoas, é muito importante ter uma religião, mas a espiritualidade está mais atrelada à forma de enxergar a vida, de acreditar em algo maior que traga paz de espírito.

Para finalizar, o coach dá uma última dica para começar o ano com o pé direito: imagine o que quer de 2009. “Para não ficar como um barco à deriva, pense naquilo que espera realizar este ano. Mas pense grande, em objetivos que realmente agreguem valor à sua vida, que te levem a sonhar mais e sair da zona de conforto”.