Coach: o treinador que pode ajudar na sua carreira

Profissional do coaching ajuda a desenvolver habilidades em seus clientes, para que eles tenham uma carreira mais satisfatória e bem-sucedida

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Coach. A palavra inglesa que significa treinador é usada para dar nome ao profissional que ajuda a desenvolver habilidades em seus clientes, para que eles tenham uma carreira mais satisfatória.

“Nosso trabalho é fazer com que o cliente crie habilidades que o ajudem profissionalmente. Muitas vezes, essa habilidade é conseguir tomar uma decisão para fazer com que a carreira entre no eixo que ele deseja”, explica o master coach Renato Ricci.

Ricci conta que, em seu trabalho de coaching, ele ajuda a pessoa que o procura a planejar, decidir corretamente e organizar as idéias. “Muitas pessoas chegam até mim desesperadas, insatisfeitas com o trabalho e muitas vezes querendo até mudar de carreira. E no trabalho de coaching, nós a ajudamos a superar os problemas. Mas é preciso ter em mente que para melhorar é preciso agir. Nada muda se você ficar sentado no sofá. Sempre digo que coaching é 20% reflexão e 80% ação”.

Como contratar

PUBLICIDADE

Para quem deseja contratar um coach, Ricci alerta que é preciso ter atenção ao profissional que vai prestar ajuda. “Coaching não é terapia nem aconselhamento. O profissional, para exercer essa profissão, precisa ser formado nisso, ter estudado para isso. Eu sempre exemplifico dizendo que terapia cuida do passado, e o coaching cuida do presente e do futuro”, explica.

“Além disso, uma boa forma de achar um coach competente é consultar a International Coach Federation, que tem vários profissionais cadastrados. Vale lembrar que o coach não resolve as coisas por você, o trabalho dele é questionar e desafiar o cliente para que ele se desenvolva”.

Ainda de acordo com Renato Ricci, o processo de coaching é relativamente rápido e costuma demorar entre 30 e 90 dias.

Dica

Para quem está insatisfeito com a atual situação profissional, o especialista dá a dica: “Faça alguma coisa. Comece pensando, refletindo e olhando para sua vida atual. Muita gente acha que não está feliz no trabalho, mas, ao refletir, acaba percebendo que outros fatores de sua vida não vão bem e são eles que estão influenciando negativamente o trabalho”, analisa.

Ricci completa: “Se, após essa inspeção, você descobrir que está mesmo insatisfeito com seu trabalhado, então arregace as mangas e mude. Só você pode melhorar a sua situação”, finaliza.