Em carreira / clt

Ministério do Trabalho divulga "lista suja" de empresas acusadas de trabalho escravo

Chamada de "Lista Suja", a relação de nomes foi publicada após a decisão do Tribunal Superior do Trabalho, feita pelo ministro Alberto Bresciani.

cana

SÃO PAULO – O Ministério do Trabalho divulgou a lista de empresas acusadas de manter trabalhadores em condição análoga à escravidão. Chamada de “Lista Suja”, a relação de nomes foi publicada após a decisão do ministro Alberto Bresciani, do Tribunal Superior do Trabalho. 

A lista conta com 68 empresas e foi elaborada pelo Ministério Público do Trabalho com base em informações prestadas por fiscais do Trabalho.

O ministro que decidiu que a lista seria divulgada, suspendendo os efeitos da decisão anterior do presidente do tribunal, Ives Gandra Martins Filho, que havia vetado a divulgação da "Lista Suja" a pedido do governo federal.

Para saber quais os empregadores e empresas envolvidos no caso, clique aqui.  

 

Contato