Citi vê ponto de entrada em Cemig após acordo salarial e de participação nos lucros

Analistas apontam riscos já precificados e calculam ações da estatal sendo negociadas em desconto em relação ao setor

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – “É hora de comprar as ações da Cemig (CMIG4)”. A frase resume a posição do Citigroup após definição de acordo para reajuste salarial da empresa e distribuição na participação nos lucros.

O relatório assinado por Marcelo Britto, Tathiana Reis e Thiago Nakamura aponta que apesar da forte participação dos funcionários nos lucros, a medida já era amplamente esperada pelo mercado, não devendo refletir negativamente sobre os papéis, dado que o cenário já está precificado.

Ano eleitoral
Segundo o trio, a alta distribuição de lucros não condiz com o tímido crescimento do Ebitda (geração operacional de caixa), que segundo previsões do Citi, avançou 3,2% em 2010, na comparação anual. 

Aprenda a investir na bolsa

Porém, os analistas lembram que historicamente anos eleitorais são marcados por altas nos gastos de companhias estatais, sendo que com a Cemig em 2010 não foi diferente.

Ponto de entrada
Na visão do Citi, há um ponto de entrada nos papéis da Cemig, uma vez que os riscos inerentes à tese de investimento da empresa encontram-se “mais do que” incorporados ao preço, com as ações negociadas com desconto quando avaliada a estimativa de 9 vezes na relação P/L (preço / lucro).

Por fim, os analistas ainda apontam que a estatal encontra-se em vantagem frente a seus pares quando realizada uma análise por múltiplos, afirmando que “com as ações cotadas abaixo do patamar pré-eleitoral, é definitivamente, hora de comprar”. O preço-alvo estimado é de R$ 37,00, um upside de 34,64% sobre o último fechamento. 

Confira o acordo
A Cemig anunciou que em dezembro do último ano foi realizada a assinatura de um acordo coletivo de trabalho para o período de 2010/2011 com as entidades sindicais, prevendo um reajuste salarial que varia entre 6,50% e 7,55%.

Além disso, foi estipulado que a participação nos lucros e resultados quanto ao exercício de 2010 será de aproximadamente R$ 260 milhões, enquanto o valor estimado para o quarto trimestre é de cerca de R$ 190 milhões.

Antecipação
A companhia ainda ressalta que, conforme acordo coletivo de 2009, foram antecipados R$ 60 milhões dos lucros de 2010, sendo o pagamento realizado em março. Portanto, o cálculo para a distribuição anual contou com o montante do ano de 2010 somada à parcela acordada no ano anterior.

PUBLICIDADE