Cidades: poder de compra dos moradores de SP e RJ cresceu em dois anos

Em ranking com outras 69 cidades, por sua vez, é possível verificar queda na posição ocupada pelas brasileiras

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – O poder de compra dos moradores das cidades de São Paulo e Rio de Janeiro cresceu entre 2006 e 2008, segundo revelou a UBS Wealth Management Research, pesquisa realizada pelo banco suíço UBS e divulgada na quarta-feira (19).

A pesquisa mede quanto a população ganha (bruto e líquido) por hora e divide por uma cesta de commodities. Em 2006, em uma escala de zero a 100, a pontuação de São Paulo foi 37,9 e 44,5, para o rendimento bruto e líquido, que passou para 47,1 e 55,3 neste ano.

No caso do Rio de Janeiro, por sua vez, a pontuação era de 28,6 e 32,7 há dois anos, para a renda bruta e líquida, ante 34,4 e 39,3 em 2008.

Queda em ranking

PUBLICIDADE

Apesar do aumento no poder de compra, os moradores das duas cidades brasileiras perderam posições num ranking com 71 países, o que indica que a população de outras cidades ao redor do mundo tiveram um desempenho melhor quanto ao item analisado.

Em 2006, São Paulo estava na 42ª posição na lista que mostrava em que cidade os moradores tinham melhor poder de compra, enquanto o Rio de Janeiro ocupava a 52ª posição. Neste ano, porém, a capital paulista caiu para o 44º lugar e a do Rio de Janeiro, para o 56º.

Lidera o ranking Copenhague, na Dinamarca. Confira a lista das 10 primeiras cidades:

ColocaçãoCidade
Copenhague
Zurique
Berlim
Genebra
Frankfurt
Bruxelas
Oslo
Munique
Luxemburgo
10ºHelsinki

Fonte: UBS

Por outro lado, as cidades que ficaram nas últimas posições foram Jacarta (Indonésia), Bombaim (Índia), Nova Deli (Índia) e Manila (Filipinas). Os dados sobre Tel Aviv (Israel) não estavam disponíveis.