Pressão

Chef com 3 estrelas pede para ser retirado do Guia Michelin

Sébastien Bras é um dos mais celebrados chefs da França  

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Pressão profissional não é um problema exclusivo dos escritórios. O chef Sébastien Bras, um dos mais renomados da França, quer que seu restaurante seja removido do Guia Michelin por sentir que é julgado a cada prato que prepara.

Chef do Le Suquet, em Laguiole, Bras solicitou a retirada da “bíblia gastronômica” nesta quarta-feira (20). Ele recebeu três estrelas pela primeira vez em 1999, mas não quer o nome de seu estabelecimento no guia do ano que vem.

Em vídeo no Facebook, o chef disse querer dar um novo significado à sua vida e redefinir o que é essencial. Ele quer continuar fazendo pratos excelentes, mas longe do frenezi das classificações e dos juízes anônimos que visitam suas dependências.

PUBLICIDADE

Ao The Guardian, os organizadores do guia disseram ser a primeira vez que recebem um pedido desse sem que tenha havido uma grande mudança no modelo de negócios do restaurante.

Claire Clauzel, membro do comitê executivo do guia, disse respeitar a decisão, mas que o nome não será removido imediatamente. Segundo ela, a decisão precisa ser avaliada, porque o guia é feito para clientes, e não chefs.