futuro incerto

CFOs estão menos otimistas com a economia brasileira

Um ano atrás, 93% dois diretores financeiros estavam otimistas. Já neste ano, o índice caiu para 87%

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Os CFOs (Chief Financial Officer) brasileiros estão menos otimistas com relação ao crescimento da economia do País. De acordo com uma pesquisa global da Robert Half, um ano atrás, 93% dos diretores financeiros estavam otimistas. Já em 2014, o índice caiu para 87%.

A queda do otimismo e a recuperação econômica de outras economias fez com o que Brasil caísse da terceira para a sétima posição entre os 17 pesquisados. À frente dos executivos brasileiros, estão economias como China, Alemanha e Hong Kong.

O estudo ainda aponta que a tendência de queda foi observada na confiança dos executivos brasileiro com o crescimento de suas empresas, que registrou baixa de 96% para 92%. De acordo com os executivos, os motivos do otimismo para este ano são a expansão doméstica, investimento de capital e expansão de produtos ou serviços. A consultoria ouviu 2.535 CFOs, sendo 100 destes brasileiros.

PUBLICIDADE