CFOs brasileiros são os mais otimistas do mundo

Segundo pesquisa da Michael Page, 69% dos entrevistados avaliam a situação econômica do País como boa e 11% acreditam que é excelente

Side profile of a group of young executives clapping (blurred)

SÃO PAULO – Os CFOs brasileiros são os mais otimistas do mundo quanto se tratar da situação econômica do país. É o que revela uma pesquisa realizada pela Michael Page com 4,3 mil CFOs ao redor do mundo.

Para 69% entrevistados brasileiros, a situação econômica do País é boa, sendo que 11% consideram o cenário excelente e 18% satisfatório. Apenas 2% consideram o desempenho da economia brasileira ruim.

Outros países
Ao analisar a Europa e os EUA, os dados indicam que 50% dos CFOs europeus disseram que o desempenho macroeconômico da região é fraco. Entre os respondentes dos EUA, o indicador é de 34%. O pessimismo pode ser explicado pela crise econômica internacional.

PUBLICIDADE

A principal diferença entre as duas regiões está relacionado ao desempenho da economia satisfatório: 50% dos americanos contra 32% dos europeus.

Entre os CFOs da América do Sul, 53% consideram a situação econômica boa e 32% satisfatória. Apenas 7% analisaram que a economia da região vive um momento ruim. Nas regiões da Ásia e do Pacífico, entre 79% e 91% dos CFOs consideram o desempenho da região entre bom e satisfatório.

Crise na empresa
Apesar dos CFOs europeus estarem pessimistas em relação ao cenário macroeconômico, 81% avaliam o desempenho financeiro de suas empresas como positiva. Entre os americanos a satisfação com os resultados é ainda maior, 92%. Esse é o mesmo percentual de satisfação dos CFOS brasileiros, ou seja, no Brasil as opiniões sobre cenário macroeconômico e performance das empresas estão alinhadas.