Cerca de 80% dos executivos perdem oportunidades por não serem fluentes em inglês

Entre as áreas que mais sofrem com problema, estão TI, Logística, Produção, Contabilidade, Comercial e Recursos Humanos

SÃO PAULO – Uma pesquisa realizada pela Ascend RH revelou que os executivos de média gerência perdem oportunidades de emprego por não serem fluentes em inglês. De acordo com a consultoria, a estimativa é que cerca 80% dos candidatos são reprovados por não terem o conhecimento desejado no idioma.

Entre as áreas que mais sofrem com o problema, estão TI (Tecnologia da Informação), Logística, Produção, Contabilidade, Comercial e Recursos Humanos.

Fator decisivo de eliminação
A sócia da Ascend RH, Andréa de Paula Santos, explica que ter cursado MBA e pós-graduação aparecem, em muitos casos, como um requisito não eliminatório, ao contrário do idioma, que reprova automaticamente o candidato em uma seleção.

PUBLICIDADE

A especialista conta que, entre os clientes da empresa, apenas um exige mestrado ou doutorado; já ter conhecimento em inglês é uma exigência comum a todos.

“Não adianta investir em especializações e afins e querer fazer parte do mercado sem ter o básico. O idioma nunca foi tão necessário – 100% das oportunidades com que trabalhamos têm isso como exigência”.

Por fim, ela declara que o mais surpreendente nos dados é o fato de serem candidatos preparados do ponto de vista técnico e acadêmico, mas que pecam na formação em um momento em que o Brasil é o foco das atenções.