Home-office

CEO do Yahoo! proíbe funcionários de trabalharem de casa

Segundo site, a decisão estaria ligada ao desligamento voluntário dos profissionais

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – A CEO do Yahoo!, Marissa Mayer, proibiu funcionários de fazerem home office. De acordo com o site Business Insider, o chefe do departamento de Recursos Humanos da empresa, Jackie Reses, já comunicou aos profissionais que deverão comparecer ao escritório em junho deste ano.

A decisão não agradou em nada muitos dos empregados que trabalhavam nesse regime, particularmente as mães. “Alguns deles dizem que Mayer não entende seu sofrimento”, afirmou o site.

“Ser um Yahoo! não é apenas o trabalho do dia-a-dia, é ter interações e experiências que só são possíveis em nossos escritórios”, explicou Reeses sobre a medida.

PUBLICIDADE

Motivo
Ainda segundo a publicação, a decisão estaria ligada ao desligamento voluntário dos profissionais que não se encaixariam nesta nova fase da empresa. “Muitas dessas pessoas ‘não foram produtivas’”, informou uma fonte familiarizada com o processo do Yahoo.

Atualmente, a empresa tem em quase todas as áreas algum profissional que trabalha em casa.