Cartilha orienta profissional que atuará no exterior; veja dicas para antes da viagem

Ministério do trabalho lança cartilha que fala de deveres, direitos e riscos no exterior; leve documentos autenticados!

SÃO PAULO – Muitos profissionais sonham em passar pela experiência de trabalhar lá fora e essas pessoas contarão com um novo apoio, já que o ministro Carlos Lupi (Trabalho e Emprego) lançou, nesta terça-feira (15), a cartilha “Brasileiras e Brasileiros no exterior”. O documento traz informações sobre deveres, direitos e riscos dos cidadãos que vivem em outro país.

“Estima-se que hoje existam quatro milhões de brasileiros vivendo no exterior. Somos um país de emigração e isso revela a necessidade de termos instituições preparadas para lidar com esse fenômeno”, afirmou o coordenador geral da Imigração do MTE, Paulo Sérgio de Almeida. A cartilha está sendo distribuída gratuitamente no aeroporto de Brasília.

Na próxima semana, começa a ser entregue nas embaixadas, consulados, postos da Polícia Federal e associações de todo o país. Na internet, ainda pode ser acessada pelo site do MTE (www.mte.gov.br).

Ajuda ao profissional

PUBLICIDADE

De acordo com o ministro, as informação devem ajudar os brasileiros a não passar por aperto fora do país. “Não posso afirmar que essa iniciativa vai diminuir o número de deportações de brasileiros. Mas acho que o que diminui a emigração é a abertura de novas oportunidades de emprego no Brasil. O país está com forte demanda interna e gerando números recordes de emprego”.

A cartilha orienta que os brasileiros informem-se nas embaixadas ou consulados estrangeiros sobre a necessidade de visto para trabalho ou residência. Os endereços das embaixadas e consulados estrangeiros no Brasil estão disponíveis em www.abe.mre.gov.br. Quando for viajar, não esqueça de levar os telefones desses locais, importantes, caso passe por dificuldades.

Providencie uma cópia autenticada dos seus documentos (carteira de identidade, CPF, certificado de alistamento militar, título de eleitor, certidão de nascimento ou casamento). Em caso de extravio do passaporte, isso facilitará a emissão de um novo. Cada país tem diferentes critérios e exigências para entrada e permanência de estrangeiros. Pesquise, na embaixada ou consulado do país para onde for viajar, quais são esses requisitos. As exigências dependem do objetivo da sua viagem.

Com relação à saúde, procure se informar sobre a situação no país para onde pretende viajar, se está havendo epidemias, doenças recorrentes e contínuas na população (endemias), e quais as medidas adequadas para enfrentar essas situações (vacinas, medidas de prevenção, tratamentos e medicamentos disponíveis à população).

Dicas antes de viajar

  • A vida fora do Brasil pode ser muito diferente daquela a que estamos acostumados. É grande o esforço para se adaptar à língua e aos costumes de outros países;
  • Conhecer a realidade que poderá encontrar, ao sair do País, ajuda a planejar melhor sua viagem, inclusive a repensar sua decisão;
  • Quando pensar em migrar, busque todas as informações disponíveis sobre o país onde pretende se instalar, suas condições de vida, usos e costumes. Analise e avalie;
  • Busque informações de pessoas que já migraram e de outras que ainda estão por lá;
  • Em sua avaliação, informe-se melhor sobre as possibilidades de trabalho e emprego no Brasil. Nos últimos anos, nosso País vem registrando crescimento contínuo, com significativa recuperação da atividade econômica e reflexos positivos na elevação do nível de emprego formal.