Carta de aceitação: aumente as chances de ingresso em universidade no exterior!

Para isso, é preciso ser coerente na escolha do país e da instituição em que irá estudar; use a internet a seu favor!

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Estudar em outro país não implica apenas em tomar providências com relação às passagens, à hospedagem e ao modo como irá viver. Muito mais do que isso, antes da viagem, o profissional deve atentar ao fato de ser aceito na instituição de ensino.

Seja para realizar uma graduação ou uma especialização, sem este aval o sonho não vira realidade. A carta de aceitação é o caminho para a formação no exterior, mas é difícil de conseguir. O que não significa que é impossível.

Primeiro passo

Para evitar frustrações, é preciso ser coerente ao querer estudar no exterior. Não basta apenas escolher o país mais adequado, onde você tem domínio da língua oficial. É preciso optar pela instituição que é a certa para você.

Aprenda a investir na bolsa

Uma grande aliada, nesta hora, é a internet. Veja qual universidade do país que escolheu oferece um curso ideal na área em que atua ou pretende atuar. Elas devem responder as suas expectativas profissionais.

Depois deste passo, colha todas as informações sobre a universidade, com relação à grade curricular, ao processo seletivo e à política de ingresso de estrangeiros.

O contato

Mesmo que você conte com uma agência de viagens para lhe ajudar a preparar a ida ao exterior, ser aceito pela universidade depende apenas de você. Em primeiro lugar, deve estar de acordo com as exigências da instituição no que diz respeito à formação acadêmica.

Além disso, a fluência na língua oficial do país escolhido deve ser perfeita. Isto porque você deverá ligar para a instituição e mostrar seu interesse em estudar nela. Este contato, no entanto, será feito enquanto você estiver no Brasil, o que dificulta a relação.

Neste caso, escreva todas as perguntas pelas quais se interessa na outra língua, o que deixará a conversa mais dinâmica. No primeiro contato, deixe uma boa impressão.

Processo

Cada instituição tem uma forma de conceder esta carta, seja por meio de análise de currículos e certificados, de processos seletivos ou pelo próprio Governo de cada país. Procure o máximo de informação, estude bastante e boa sorte!

PUBLICIDADE