AO VIVO Por Dentro dos Resultados: CEO e CEO do Fleury falam sobre o balanço da rede de laboratórios

Por Dentro dos Resultados: CEO e CEO do Fleury falam sobre o balanço da rede de laboratórios

Carreiras: em janeiro, 97% das vagas abertas não especificavam idade máxima

A imensa maioria das 2.354 vagas oferecidas pela <i>Manager</i> no primeiro mês do ano só exigia experiência na função

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – De acordo com a pesquisa mensal da Manager Assessoria em Recursos humanos, 97,32% das empresas que ofereceram novos postos de trabalho em janeiro exigiram apenas experiência na função, sem especificar idade máxima ou mínima.

Segundo o estudo, divulgado nesta quarta-feira (14), 2.354 oportunidades de emprego surgiram no primeiro mês do ano, o que representa um aumento de 64,27% sobre o resultado de dezembro (1.433 vagas).

Empregos por área

Em janeiro, 24,72% das vagas foram abertas pela área comercial. Na seqüência vieram os setores industriais (22,39%), financeiro (16,36%), de tecnologia da informação (11,60%) e de recursos humanos (8,92%).

Aprenda a investir na bolsa

A área de compras, logística e suprimentos respondeu por 7,65% das oportunidades do mês, à frente da administrativa (7,26%) e da jurídica (1,10%).

No entanto, se considerarmos o crescimento no número de empregos em relação a dezembro, o destaque fica com os segmentos comercial (+116,36%), de recursos humanos (+90,91%) e de compras, logística e suprimentos (+63,64%).

Carreiras mais procuradas

Ainda de acordo com a pesquisa, 27,12% das novas oportunidades de janeiro eram para engenheiros; 21,18%, para administradores; 14,18%, para profissionais de TI; 11,03%, para os de ciências contábeis; e 7,77%, para economistas.

Considerando o segundo idioma solicitado pelas empresas, o grande destaque fica com o inglês (87,21%). Em seguida vem o espanhol (9,73%), o japonês (1,10%) e o alemão (0,93%). Além disso, apenas 2,72% não solicitavam o conhecimento de uma outra língua.

Boas perspectivas para o ano

Para a Manager, o resultado do primeiro mês de 2007 demonstra um forte otimismo dos investidores, o que deverá gerar um aumento na demanda de vagas.

“Há vários anúncios de grandes investimentos e previsões de fusões, o que deve gerar um crescimento de até 15% em contratações de executivos de nível médio e de 12% nas grandes empresas”, aponta o presidente da empresa, Hélio Terra.

PUBLICIDADE