Carreira: planos de previdência são oferecidos para atrair e reter talentos

Globalização faz com que empresas necessitem se tornar competitivas e atraentes aos melhores profissionais

SÄO PAULO – Os planos de previdência complementar empresariais estão recebendo mais visibilidade mundial, de acordo com o líder global da Mercer, Bruce Rugby. Um motivo para isso é a forte globalização, que faz com que as empresas necessitem se tornar competitivas e atraentes aos melhores profissionais do mercado.

“Os planos de previdência estão sendo usados para atrair e reter talentos”, disse Rugby, reforçando também o cenário mundial de falta de profissionais qualificados para ocupar as vagas de emprego abertas pelas empresas. “Faltam engenheiros em todo o mundo”, exemplificou.

Rugby falou durante o Seminário Mercer de Previdência, evento que reuniu profissionais da área para discussão sobre tendências.

Necessidade da previdência

PUBLICIDADE

De acordo com ele, no passado, um funcionário esperava ficar a vida toda em uma empresa. Hoje, porém, ele passa por diversas experiências, o que torna mais difícil o planejamento da aposentadoria, tanto para os mais jovens quanto para as pessoas de mais idade.

Mesmo assim, faz-se necessário o planejamento da aposentadoria, já que não dá para contar com a previdência social. “Existem, hoje, três vezes mais aposentados do que trabalhadores ativos, em alguns países do mundo”, afirmou.

“Se pensarmos na previdência social, teremos menos contribuintes, mas pagando o triplo, para conseguir arcar com o financiamento da aposentadoria. Além disso, estamos tendo menos filhos. Aumenta a expectativa de vida e diminui a força de trabalho”, completou.

Sobre a esperança de vida, ele deu o exemplo do Japão, onde uma menina que nasce hoje tem expectativa de viver 95 anos. “Pense que implicações isso terá quanto ao tempo de carreira e de aposentada. As pessoas estão vivendo mais e precisam ter uma grande quantia, administrada bem”. E é esse o diferencial que a empresa oferece para reter os talentos.

Oferta

Pesquisa realizada pelo Hay Group, com 113 empresas, mostrou que 93% delas oferecem planos de previdência privada para os funcionários do topo da pirâmide hierárquica.

Como funcionário, o profissional pode se beneficiar do relacionamento com a empresa para o planejamento da aposentadoria. Isso acontece quando a própria empresa negocia um plano de previdência para os empregados. Elas acabam por reduzir a taxa de administração – cobrada pelos bancos -, devido à grande demanda de planos que serão abertos, e podem até zerar a taxa de carregamento – incidente em casa depósito.