Carreira: fazer MBA não é garantia de aumento de salário!

Segundo pesquisa realizada com executivas, apenas 34% delas tiveram aumento de salário depois de realizado o curso

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O curso de MBA (Master Business Administration) não é garantia de aumento de salário para a maioria das executivas.

Isso é o que revela a pesquisa “Como as mulheres percebem a questão da responsabilidade versus remuneração“, realizada pela Quorum Brasil e divulgada nesta semana.

Apenas 34% tiveram aumento

Segundo a pesquisa, realizada com 150 profissionais de 100 empresas, apenas 34% das mulheres disseram que o curso de MBA ajudou a alavancar o salário recebido. Outras 76% afirmaram o contrário.

Aprenda a investir na bolsa

Os dados ainda mostram que a maioria das executivas não conta com este tipo de especialização: são 59% que não fizeram MBA, ante 41% que passaram pelo curso.

Qual o objetivo do MBA?

Hoje, existe no País uma grande quantidade de cursos de MBA, justamente pela procura dos profissionais por um diferencial em sua carreira. Por isso, é preciso estar atento aos reais objetivos do curso e ao seu funcionamento, para que não se gaste dinheiro e energia em algo que não atenderá às suas expectativas.

O MBA, ou especialização em administração, tem como proposta oferecer ao aluno uma grade de matérias relacionadas a negócios e à gestão empresarial. O objetivo é tornar o executivo mais preparado para o mercado de trabalho em sua área de atuação. Justamente por isso, recomenda-se experiência profissional mínima de 3 anos para a realização. Isso faz com que o aluno aproveite melhor a aula, baseada na vivência e na troca de experiências entre professores e alunos, no ambiente profissional.

É importante, aqui, não confundir o curso de MBA Executivo com o MBA Mestrado Executivo que, como o próprio nome diz, dá ao aluno o título de mestre, e tem uma duração maior de, em média, dois anos e meio, aqui no Brasil.