Carreira: é possível sair por cima mesmo em meio a escândalos na empresa

Fraudes contábeis e fiscais podem levar uma carreira à ruina da noite para o dia; veja como manter a integridade no mercado

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Você tem o emprego dos sonhos de muitos profissionais: horário flexível, viagem de férias paga pela empresa, almoço em restaurantes sofisticados, oportunidade de conhecer diversos lugares por conta das viagens de negócios que faz pela empresa, décimo quarto salário, participação nos lucros da empresa e uma boa rede de relacionamento.

Mas, para ter acesso a tudo isto, certamente você deve ocupar uma posição de destaque dentro da companhia em que trabalha. Esta visibilidade toda, porém, pode ter o seu preço. Qual? Além da enorme responsabilidade de cargos de alto escalão, tudo isto pode simplesmente ser a ruína de sua carreira, caso o pior aconteça: a empresa esteja envolvida em escândalos fiscais ou contábeis.

Dos males, o menor

A perda do emprego, em situações como esta, não chega a ser o ponto mais crítico. Ter toda uma carreira colocada em xeque pode ser o maior entrave para uma recolocação mais rápida no mercado de trabalho, mantendo o mesmo cargo.

Aprenda a investir na bolsa

Em momentos como este, sinta-se privilegiado se o mercado conseguir diferenciar o seu potencial do escândalo envolvido, reconhecendo sua integridade. Afinal, você dedicou alguns bons anos de sua vida à construção de sua carreira e todo cuidado é pouco para preservá-la.

Como se proteger?

É possível tomar algumas providências para não esperar que esta “má fase” bata à sua porta, como, por exemplo, pedir demissão assim que desconfiar que seus superiores estejam envolvidos em esquemas irregulares ou, se houver tempo, vá procurando uma nova colocação no mercado.

Seja discreto o suficiente para não criar um escândalo à parte. Aos amigos mais próximos, deixe claro que deseja mudar de emprego e pense em alguma boa desculpa sem expor a empresa.

E quais os índices de que algo está indo mal? Expedientes suspeitos, boatos, demissões em série, ambiente tenso (muitas reuniões fora de hora e pedidos de informações além do habitual) e insatisfação de clientes e fornecedores caracterizam situações suspeitas.

Agora, se o problema já ocorreu, você vai precisar se justificar aos novos possíveis empregadores. Seja claro e objetivo. Fale sobre o caso, apresentando sua versão dos fatos, apenas se alguém lhe perguntar. Neste momento, tenha em mente os argumentos que irá utilizar.

Por último, se você realmente nada tem a ver com o que aconteceu e isto está muito transparente dentro da empresa, não tenha vergonha (e nem receio!) de pedir a alguns colegas que dêem referências suas, atestando sua boa conduta ao novo empregador.

PUBLICIDADE