Carreira: atenção aos perigos da indicação a uma vaga de emprego

Candidato deve observar postura, visando cativar o seu novo grupo; indicar alguém nem sempre é um bom caminho

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Ser indicado para uma vaga de emprego pode gerar certa tranqüilidade ao candidato, por acreditar nas ótimas chances da oportunidade já ser dele. Porém, quem pensa desta forma está cometendo um terrível engano.

Não há como negar que a indicação significa uma “aceleração” do processo seletivo em certas situações, e que o recurso tem sido bastante aplicado no meio corporativo por conta da necessidade de se contratar pessoas de absoluta confiança. Porém, há outros pontos a serem analisados antes de se considerar numa posição tão favorável.

Prepare-se para a cobrança

O fato de contratar alguém por meio da indicação naturalmente coloca a expectativa do empregador em relação ao seu novo colaborador “lá em cima”. Ou seja, ele acredita ter encontrado “a pessoa”, a solução para os problemas.

Aprenda a investir na bolsa

Por conta disso, a cobrança também deverá ser maior por parte dos funcionários que trabalham na empresa, e que buscam oportunidade de crescimento.

Indicação pode representar problemas

A situação se complica ainda mais, dependendo de quem o indicar. Pense: de repente seu nome é “sugerido” a um departamento, por um gerente que não é bem aceito pelos funcionários, por sua postura arrogante e autoritária.

Neste caso, ser indicado por esta pessoa pode significar a garantia de um emprego, mas a dificuldade de sobrevivência frente à equipe onde atuará. Afinal, você não entrou por uma porta muito bem vista pelo grupo!

Atenção à postura

Valorize o bom relacionamento com as pessoas que trabalharão com você. Nariz empinado, por ter chegado na empresa “por cima”, só vai gerar rejeição e antipatia. Seja humilde e interessado em aprender.

Não se enxergue como sendo melhor que os outros. O caminho não é este. Zele pela boa convivência e estabeleça um relacionamento onde possa contar com outras pessoas. Ninguém pode trabalhar sozinho!

Cuidado ao indicar!

Por outro lado, indicar alguém é sempre um risco. Por mais que conheça o profissional, ninguém pode garantir o sucesso da sua recomendação.

PUBLICIDADE

O melhor, neste caso, é que você faça isso apenas quando se sentir seguro, tanto em relação à pessoa indicada, quanto à empresa em questão. Desta forma, caso o resultado final não seja dos melhores, os empregadores saberão separar as coisas, e você não sairá “queimado” pela sua boa intenção.

Ao ser indicado ou ao recomendar alguém, a recomendação é sempre a mesma: cautela!