Carona para o trabalho: ação sustentável e que melhora relações com colegas

Você, na posição de trabalhador, sabe como ajudar para conter a emissão de gases poluentes? Dê carona!

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – A previsão para 2008 é de que a emissão de CO2, principal gás responsável pelo efeito estufa, chegue a 32,5 milhões de toneladas de gás na cidade de São Paulo, sendo que 40% deste total virão dos carros. Você, na posição de trabalhador, sabe como amenizar este quadro? Realizando ações sustentáveis, ou que garantam uma melhor condição de vida para as gerações futuras.

Uma delas, no caso de um funcionário da empresa, é dar carona. De acordo com o Detran (Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo), existem 8,5 milhões de carros registrados na cidade de São Paulo, o que significa 1,5 carros para cada habitante. E esta cifra não pára de crescer.

Pensando em todo o Brasil, o número de automóveis e comerciais leves emplacados no primeiro semestre registrou alta de 30,16%, na comparação com o mesmo período do ano passado, com 1.333.078 unidades vendidas. O que isso quer dizer? Mais carros circulando e mais poluição. Diante deste cenário, oferecer carona para um colega se torna a melhor alternativa.

Ajuda para os profissionais

Aprenda a investir na bolsa

Com a finalidade de apoiar as empresas a incentivarem os funcionários a darem carona, a agência especializada em soluções corporativas sustentáveis Believe Comunicação Viva e a empresa focada em tecnologia aplicada e sistemas de informação, Wise, criaram o Programa MelhorAr.

O objetivo principal é amenizar os impactos negativos do trânsito ao meio ambiente e para a economia a partir do incentivo aos colaboradores para que compartilhem com seus colegas as viagens de carro até o trabalho.

“Queremos promover uma mudança profunda de hábito dos trabalhadores e, principalmente, no compromisso das empresas com as questões socioambientais”, explicou o diretor da Believe, Lincoln Paiva.

A sustentabilidade nas empresas

De acordo com o diretor, as empresas já entenderam a importância de preservar o meio ambiente, mas poucas envolveram o público interno nesse processo, que passa por uma transformação da cultura corporativa.

A meta do programa é tirar um milhão de carros da rua em três anos. Presente em São Paulo, a Believe pretende implantar a iniciativa em Belo Horizonte, Rio de Janeiro e Porto Alegre. Os funcionários preenchem uma ficha sobre o trajeto que fazem até o trabalho e os dados são cruzados com os de outros colaboradores.

Socialize!

Além de ajudar o meio ambiente, o funcionário que dá ou pega carona ainda faz uma nova amizade e estreita os laços no trabalho. Uma simples conversa sobre futebol pode fazer com que as pessoas se sintam mais a vontade. “A pessoa vai viver no trabalho por muito tempo, então uma maneira de aproximar é saber o que a outra pessoa tem de similar. É importante socializar”, afirmou o consultor de carreira do Grupo Catho, Renato Waberski.

PUBLICIDADE