Mercado de trabalho

Calculadora mostra qual a chance de você perder seu emprego para um robô

Ferramenta tem como base uma pesquisa da Universidade de Oxford sobre a capacidade dos robôs

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAUL O – Dizem as más línguas que, em um futuro próximo, as máquinas irão dominar o mundo. E elas podem estar certas: empresas de tecnologia já trabalham em carros que não precisam de motoristas e no Japão já existem recepcionistas robôs.

 O site NPR criou uma ferramenta, com base em um estudo realizado em 2013 pela Universidade de Oxford, que calcula quais as chances de você ser substituído por um robô em seu emprego.

O estudo, feito pelos pesquisadores Carl Frey e Michael Osborne, analisou 702 funções, avaliando características como criatividade e destreza necessária, além de projetar os avanços em automação que devem ocorrer nas próximas décadas.

PUBLICIDADE

Com isso, as profissões que correm mais o risco de passarem a ser responsabilidades de robôs são aquelas mais mecânicas, como telemarketing e contabilidade, com 99% e 98,7% de chances, respectivamente.

Por outro lado, os assistentes sociais só têm 0,3% de chances de serem substituídos por máquinas. O motivo é o fato de a profissão demandar habilidades como inteligência, negociação e ajuda ao próximo, coisas que os robôs ainda não têm capacidade de ter.