AO VIVO Inflação: IPCA-15 sobe 0,45% em setembro, um pouco acima do esperado pelos economistas

Inflação: IPCA-15 sobe 0,45% em setembro, um pouco acima do esperado pelos economistas

Caixa pagou R$ 2,176 bilhões do PIS de agosto a dezembro de 2005

Foram 7,2 milhões de contemplados, na maior soma de toda a história, em valor e número de trabalhadores

SÃO PAULO – De agosto a dezembro de 2005, a Caixa Econômica Federal (CEF) já pagou o Abono Salarial (PIS/Pasep) de 7,2 milhões de trabalhadores, no valor total de R$ 2,176 bilhões. Esta é a maior soma de toda a história do benefício, em termos de valor e de número de trabalhadores.

Em todo o exercício anterior (01/08/04 a 30/06/05) foram pagos 7,5 milhões de abonos salariais, que somaram R$ 1,949 bilhão. Considerando apenas o período de agosto a dezembro de 2004, foram 6,7 milhões de abonos, cuja soma atingiu R$ 1,7 bilhão.

Abonos para este período somam R$ 2,5 bilhões

Para o exercício 2005/2006 foram identificados 8,372 milhões de trabalhadores com direito ao PIS/Pasep, que totalizam R$ 2,5 bilhões. A quantidade de pessoas com direito ao abono cresceu 4,08% em relação ao período anterior.

PUBLICIDADE

Além disso, o valor recorde já pago do exercício 2005/2006 representa mais de 86,7% dos abonos identificados. Essa quantia tende a crescer ainda mais, pois o prazo final para o recebimento do benefício se encerra somente no dia 30 de junho.

Somente no estado de São Paulo, existem 1,561 milhões de abonos identificados, totalizando R$ 468,6 milhões. Desses, 1,273 milhões (quase R$ 382 milhões) já foram pagos. Restam ainda 288,768 mil (R$ 86 milhões) a serem resgatados até o dia 30 de junho deste ano.

Como receber o abono?

A partir da data inicial do recebimento, o trabalhador que não possuir o Cartão Cidadão deverá se dirigir a qualquer agência da CEF munido de documento de identificação e do número do PIS (localizado no próprio Cartão do PIS, na Carteira de Trabalho ou no Cartão do Cidadão) para sacar o benefício a que tem direito.

Para quem tem o Cartão com senha cadastrada, é possível fazer o saque em qualquer agência da Caixa, casa lotérica, correspondente bancário ou terminais de auto-atendimento.

Se o trabalhador não sacar o abono até 30 de junho, perderá o direito ao benefício, que retornará ao FAT (Fundo de Amparo ao Trabalhador). Os rendimentos do PIS, se não forem sacados a tempo, ficarão depositados em nome do trabalhador, para ser sacado futuramente.

Divulgação

A meta da CEF é que o percentual de trabalhadores a receber seus benefícios seja maior a cada ano. Por isso, o banco faz campanhas de divulgação do calendário de pagamentos, com cartazes em agências, estações de trem e terminais de ônibus, sindicatos e locais comunitários. Também envia cartas nos últimos meses do calendário de pagamento a todos os que ainda não tenham recebido o PIS/Pasep.

Além disso, estabelece convênios com empresas para que o crédito seja feito direto na folha de pagamento. Existem também os depósitos feitos diretamente nas poupanças ou contas-corrente dos trabalhadores clientes da Caixa.