Caixa Econômica pagou R$ 721 milhões em créditos do FGTS

Na primeira semana da segunda fase de pagamento dos expurgos, no dia 13/01, a CEF pagou mais de 1,5 milhão de contas

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – A Caixa Econômica Federal começou a pagar no início da semana passada (13/01) a primeira parcela dos expurgos do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) para os beneficiários com direito aos créditos entre R$ 2 mil e R$ 5 mil. A segunda fase de pagamento do FGTS trouxe uma injeção diária na economia de R$ 144,2 milhões.

Ao longo da semana passada foram pagos cerca de R$ 721 milhões para os trabalhadores que assinaram o termo de adesão ao acordo, que prevê o pagamento das perdas obtidas por conta dos planos econômicos Verão e Collor 1. Juntamente com a segunda fase de pagamento dos expurgos, estão os créditos das fases anteriores que ainda estão sendo pagos de forma gradativa aos trabalhadores.

Mais de 1,5 milhão de contas pagas

Nos primeiros cinco dias da segunda fase de pagamento dos expurgos, a Caixa pagou os créditos de exatamente 1.545.368 contas de FGTS. O volume total de pagamentos inclui os trabalhadores que tinham até R$ 1 mil a receber, os trabalhadores com direito a receber a segunda parcela dos créditos entre R$ 1 mil e R$ 2 mil, mais os beneficiários que estão recebendo a primeira parcela dos créditos entre R$ 2 mil e R$ 5 mil.

Aprenda a investir na bolsa

Além destes, também foram computados os valores globais pagos aos beneficiários com 70 anos ou mais. A Caixa Econômica liberou ainda em números dos pagamentos da semana de acordo com cada forma disponibilizada aos trabalhadores beneficiários.

Desta forma, de acordo com os dados da instituição, foram pagos em espécie cerca de R$ 337,6 milhões; nas lotéricas, um montante em torno de R$ 4 milhões; no auto-atendimento; cerca de R$ 5,5 milhões; e por fim, R$ 374 milhões foram pagos através de créditos direto em conta corrente.