Caixa começa nova etapa dos expurgos do FGTS em janeiro

A partir do dia 13 de janeiro, os trabalhadores com direito aos créditos entre R$ 2 mil e R$ 5 mil começam a receber a primeira parcela do dinheiro em conta

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Os trabalhadores com direito a receber os expurgos do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) por conta das perdas obtidas na época dos planos econômicos Verão e Collor I, e que têm entre R$ 2 mil e R$ 5 mil (Faixa III) para receber, podem se animar, pois a partir do dia 13 de janeiro a Caixa Econômica começa a pagar os créditos para esta fatia de trabalhadores.

No entanto, o que não animará muito os trabalhadores é que o dinheiro não será pago de uma só vez e ainda sofrerá um desconto no seu valor total. Talvez você não saiba, mas os créditos entre R$ 2 mil e R$ 5 mil serão pagos em cinco parcelas semestrais, isto é, o pagamento será feito até meados de 2005. Além disto, haverá um desconto de 8% sobre o valor total do crédito a ser pago ao trabalhador.

Segunda parcela da faixa II será paga em janeiro

Estimativas da Caixa apontam para o pagamento de cerca de 1,6 milhões de contas nesta segunda fase de pagamento dos expurgos. Vale lembrar ainda que a partir de 13 de janeiro será paga a segunda parcela para os trabalhadores que tinham entre R$ 1 mil e R$ 2 mil (Faixa II) a receber, cujo parcelamento foi feito em duas vezes, sendo que a primeira foi paga no segundo semestre de 2002.

Aprenda a investir na bolsa

De acordo com o calendário de pagamento divulgado pela Caixa, só receberão os créditos depositados direto em conta entre os dias 13 e 17 de janeiro aqueles que assinaram o termo de adesão até o dia 31 de dezembro, os demais passarão a receber o benefício sempre no mês subseqüente à adesão. No mesmo período também será depositada a segunda parcela dos créditos referente à faixa II de pagamento.

Por último, a partir do dia 13 de janeiro começam a ser pagos os créditos em espécie, isto é, os valores que não são depositados direto na conta do trabalhador. Esta forma de pagamento será adotada tanto para a segunda parcela das faixas II como para a primeira parcela da faixa III de pagamento.